Caboclo acusa Del Nero de dar festas com dirigentes da CBF para 'organizar golpe' na entidade

·2 minuto de leitura


O presidente afastado da CBF Rogério Caboclo acusou os atuais dirigentes da instituição de estarem em complô com ex-presidente Marco Polo Del Nero, com fotos de membros da instituição na casa de Del Nero que foram enviadas à ESPN. Caboclo afirma que estas festas fazem parte do plano do ex-presidente para "retornar ao poder por meio de laranjas".

> Confira a classificação atualizada do Brasileirão 2021 e simule as rodadas!

- Apesar de banido para sempre do mundo do futebol por causa de escândalos de corrupção, o ex-presidente da CBF Marco Polo Del Nero tem sido anfitrião de festas do grupo que assumiu o controle da entidade após o afastamento temporário do atual presidente, Rogério Caboclo - afirmou a assessoria do presidente afastado.

Nas fotos reveladas, é possível ver o vice-presidente jurídico da CBF, Carlos Eugênio Lopes, a secretária da Comissão de Ética, Laís Oliveira Braga, - que aparece ao lado da delgada Gladys Regina Vieira Miranda, responsável pelo caso que afastou Rogério Caboclo da presidência -.

+ Conheça o novo app do LANCE! e fique por dentro dos resultados e notícias!

- Del Nero tem recebido diretores e vice-presidentes da entidade em sua mansão suspensa para arquitetar derrocada de Caboclo e a retomada definitiva do poder, voltando a velha prática do toma lá dá cá - acrescentou a assessoria de Caboclo.

- Todos esses diretores já foram formalmente acusados por Rogério Caboclo de se associarem ao complô orquestrado por Del Nero para retomar o controle da CBF por meio de laranjas - concluíram os representantes.

A CBF afirmou, em nota, que não comenta as ações de seus membros em suas vidas particulares e que seus colaboradores respeitam o banimento de Marco Polo Del Nero e "jamais promoveram qualquer encontro para tratar de temas administrativos abrangidos pela referida punição".

Rogério Caboclo está afastado da presidência da CBF desde o início de junho, após acusações de assédio moral e sexual contra uma funcionária da CBF forem oficializadas dentro da instituição. Caboclo chegou ao posto com apoio de Marco Polo Del Nero e, hoje, o acusa de ser o mentor de seu afastamento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos