Cabo diz que Vasco foi aquém, mas valoriza triunfo em São Januário: 'A competição tem um DNA próprio'

·2 minuto de leitura


O Vasco voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro e se aproximou do G4 da competição. Após o triunfo por 1 a 0 contra o Confiança (SE), o técnico Marcelo Cabo disse que a equipe esteve aquém do esperado, mas valorizou o resultado, que fez a equipe encostar no pelotão de frente. O comandante também destacou a sequência de viagens e o calendário apertado com quatro jogos em nove dias.

- Confira e simule a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro


- A competição tem um DNA próprio. Você pega o Confiança, que é uma equipe bem treinada, tem jogadores experientes, que nos traz muita dificuldade. A Série B é isso. A gente venceu o CRB por 3 a 0 em casa, mas isso é uma exceção, não é uma regra dentro do tamanho da competitividade. Mas a gente esteve muito aquém da nossa e da expectativa de todos. Aquém tecnicamente, taticamente a gente se desorganizou um pouquinho e teve que corrigir no intervalo - analisou, e em seguida emendou.

+ Veja momentos em que o Vasco defendeu as causas sociais

- Mas entendo que houve um fator preponderante para não haver a intensidade que eu queria, a marcação, as transições e organizações. Hoje jogamos o quarto jogo em nove dias com duas viagens. Perdi durante o jogo MT e Andrey fadigados. E a gente teve desfalques. Sabemos que estivemos aquém, mas o importante nisso tudo é a terceira vitória seguida em casa, chegamos à sexta colocação e encostamos no pelotão da frente do campeonato. Precisamos ser competitivos como fomos hoje, saímos sem sofrer gol, mas a gente poderia ter ampliado o placar - frisou.

+ Confira as oito partidas do Vasco em julho

Apesar da campanha irregular, o Vasco conseguiu emplacar vitórias consecutivas em casa. Para a próxima partida, Cabo terá o retorno dos cinco desfalques e um tempo para treinar, já que a partida só será na sexta-feira. Ao longo da entrevista, ele destacou que mudou a maneira de jogar em casa e destacou a importância de conquistar os pontos dentro de São Januário.

- Depois das duas primeiras derrotas em casa, repensamos um pouco a plataforma de jogo. O Vasco tem que vencer sempre em casa, tem que ser muito forte, e a Série B é isso. Em campeonato de pontos corridos, tem que vencer em casa e pontuar fora. Temos uma sustentação defensiva maior, mudamos a forma de marcação e diminuímos bastante o número de gols em bola parada. Evoluímos em alguns aspectos, devemos em outros, e é esse equilíbrio que preciso buscar para a equipe poder propor jogo e trazer mais brilho para nosso modelo - disse.

O próximo compromisso do Vasco na competição será diante do Sampaio Correa também na Colina Histórica. A partida está marcada para o dia 9, às 19, na sexta-feira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos