Cabe no seu time? 7 jogadores sul-americanos estão em fim de contrato

Lucas Humberto
·3 minuto de leitura

Até agora os clubes brasileiros não fizeram grandes movimentações no mercado de transferências. A grana, que já não era muita, ficou ainda menor nos últimos anos, em decorrência da crise econômica promovida pelo covid-19. Assim, jogadores em fim de contrato surgem como soluções mais satisfatórias, ao passo em que não é necessário pagar pelos direitos econômicos.

Como lembrado pelo UOL Esporte, sete jogadores sul-americanos estão com contrato somente até metade deste ano. Será que podemos sonhar com reforços de peso no futebol brasileiro? Confira.

Leia também

1. Edinson Cavani - Manchester United (ING)

Cavani tem sofrido com problemas físicos no Manchester United. | Sebastian Frej/MB Media/Getty Images
Cavani tem sofrido com problemas físicos no Manchester United. | Sebastian Frej/MB Media/Getty Images

O atacante de 34 anos fez história como maior goleador do PSG, além de ser titular na Seleção do Uruguai. Definidor nato, seu contrato vai até 30 de junho deste ano, e os Red Devils não parecem interessados em renovar. Cabe no seu time?

2. Rafael Borré - River Plate (ARG)

Palmeiras recuou nas negociações com Borré. | Alexis Lloret/Getty Images
Palmeiras recuou nas negociações com Borré. | Alexis Lloret/Getty Images

O colombiano de 25 anos tem sido um verdadeiro sucesso no mercado sul-americano. Veloz e definidor, Borré esteveperto de assinar com o Palmeiras, mas as tratativas não foram confirmadas. Seu contrato também termina em 30 de junho deste ano. Tem espaço no Brasil?

3. Fabián Balbuena - West Ham (ING)

Balbuena atualmente é reserva no West Ham. | Catherine Ivill/Getty Images
Balbuena atualmente é reserva no West Ham. | Catherine Ivill/Getty Images

Velho conhecido da torcida do Corinthians, Balbuena perdeu espaço no West Ham e deve estar livre no mercado em junho. O zagueiro de 29 anos é companheiro de Gustavo Gómez na seleção paraguaia e costuma ter desempenho seguro em campo. Boa opção!

4. Guido Pizarro - Tigres (MEX)

Guido Pizarro dificultou a vida do Palmeiras no último Mundial. | Jam Media/Getty Images
Guido Pizarro dificultou a vida do Palmeiras no último Mundial. | Jam Media/Getty Images

O volante de 31 anos tem uma história repleta de conquistas por onde passou: ele foi um dos melhores jogadores do modesto Lanús e já defendeu as cores do Sevilla. Seu contrato com o Tigres vai somente até julho deste ano. Habilidoso e bom marcador, Pizarro se encaixaria facilmente em diversos clubes brasileiros.

5. Gastón Silva - Huesca (ESP)

Huesca, clube atual de Gastón Silva, está na lanterna de LaLiga. | Soccrates Images/Getty Images
Huesca, clube atual de Gastón Silva, está na lanterna de LaLiga. | Soccrates Images/Getty Images

Velho conhecido dos brasileiros pela sua passagem no Independiente, Gastón Silva foi 'figura carimbada' na Libertadores. Em baixa no Velho Continente, o contrato do lateral-esquerdo/zagueiro de 27 anos vai até junho deste ano e dificilmente será renovado. Algum clube brasileiro deixará as portas abertas para o uruguaio?

6. Nicolás Capaldo - Boca Juniors (ARG)

Volante clássico de 22 anos tem espaço no Brasil, não é? | Marcelo Endelli/Getty Images
Volante clássico de 22 anos tem espaço no Brasil, não é? | Marcelo Endelli/Getty Images

Criado na base do Boca Juniors, Nicolás Capaldo tem 22 anos e quase sempre é titular na equipe de Miguel Ángel Russo. Com boa marcação e polivalência em campo, o volante é uma das grandes promessas do futebol sul-americano. Seu contrato vai somente até junho deste ano e renovações ainda não são discutidas. Alguém se dispõe a recebê-lo?

7. Pablo Galdames - Vélez Sarsfield (ARG)

Galdames é um dos principais jogadores do Vélez Sarsfield. | AGUSTIN MARCARIAN/Getty Images
Galdames é um dos principais jogadores do Vélez Sarsfield. | AGUSTIN MARCARIAN/Getty Images

Galdames completa a lista de reforços que podem ficar livres no mercado em junho deste ano. Convocado para seleção chilena, o volante de 24 anos é um dos principais jogadores do Vélez Sarsfield. Conhecido pela técnica apurada e bom passe, os clubes brasileiros precisam correr para garantir o jogador antes que os europeus cheguem.