Le Pen rebate Zidane por preferir Macron: "Com o que ganha, não me estranha"

Paris, 28 abr (EFE).- A candidata de extrema direita à presidência da França, Marine Le Pen, rebateu nesta sexta-feira o ex-jogador e atual técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, por manifestar preferência pelo social liberal Emmanuel Macron no segundo turno das eleições, ao alegar que ele optou por um candidato que favorece os ricos.

"Com o que ganha, não me estranha", afirmou Marine em entrevista à rede de televisão "BFMTV".

"Suponho que Zinedine Zidane tem bastante capital financeiro, por isso lhe interessa que Macron ganhe as eleições", alfinetou a candidata.

Com estas palavras, Marine Le Pen respondeu às declarações do ex-jogador de que era preciso "evitar ao máximo" uma vitória do partido ultradireitista Frente Nacional no segundo turno do pleito presidencial, marcado para 7 de maio.

Macron, que terminou o primeiro turno na liderança, é o favorito para ser eleito sucessor de François Hollande na presidência, segundo as mais recentes pesquisas de intenção de voto. EFE