Simeone nega conversas com a AFA para ser técnico da seleção argentina

Leicester (Reino Unido), 17 abr (EFE).- O técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, negou nesta segunda-feira que tenha tido qualquer conversa com a Associação do Futebol Argentino (AFA) para assumir o comando da seleção do país.

"Não, não falei com ninguém da AFA", respondeu Simeone ao ser perguntado sobre uma possível negociação para assumir o cargo de treinador da bicampeã mundial, vago desde a demissão de Edgardo Bauza, na semana passada.

O treinador do Atlético concedeu entrevista coletiva na Inglaterra, onde nesta terça a equipe 'rojiblanca' enfrentará o Leicester, pelas quartas de final da Liga dos Campeões. Ele falou também sobre a morte de um torcedor vítima de agressões no estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba, na Argentina.

"O que aconteceu é uma desgraça e uma situação que já está fora do controle. Acredito que é um tema social mais que de torcida de futebol", criticou.

O jovem Emanuel Balbo, torcedor do Belgrano, foi agredido e jogado da arquibancada em partida contra o Talleres, no último sábado, e morreu nesta segunda-feira, aos 22 anos. EFE