Câmara aprova projeto que suspende pagamento do Profut durante calamidade por pandemia

·1 minuto de leitura
Vista do plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF)

BRASÍLIA (Reuters) - A Câmara aprovou nesta quarta-feira projeto que suspende o pagamento do parcelamento de dívidas de clubes do futebol no âmbito do Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro (Profut) durante a vigência de calamidade pública nacional reconhecida pelo Congresso Nacional devido à pandemia.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Deputados rejeitaram alterações promovidas pelo Senado, uma delas que tentava retomar constituição de recursos para a assistência social e educacional dos atletas profissionais, aos ex-atletas e aos atletas em formação.

Leia também:

Outra mudança, também negada nesta quarta durante a votação na Câmara, condicionava a suspensão das parcelas referentes ao Profut à manutenção dos níveis de emprego.

A terceira delas previa que o adiamento de uma partida

por motivo de saúde coletiva deveria levar em conta decisão fundamentada da organizadora da competição. Ela também foi rejeitada.

A medida agora segue à sanção presidencial.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

(Reportagem de Maria Carolina Marcello; Edição de Pedro Fonseca)