Bustos defende Angulo e explica dupla com Marcos Leonardo

Bryan Angulo perdeu gol incrível contra o Ceará (Foto: Ivan Storti / Santos


O Santos foi escalado novamente com Bryan Angulo e Marcos Leonardo no empate contra o Ceará, em Barueri. Na derrota contra o Goiás, na rodada passada, ambos foram titulares.

O fato curioso que é tanto o camisa 15 quanto o 9 são das mesmas posições, ou seja, o Peixe acaba entrando com dois centroavantes de ofício. Bustos usou Léo Baptistão para explicar o porque Angulo pode jogar "fora de posição" no Alvinegro.

- Eu creio que podem jogar juntos. Quantas situações de gol teve o Marcos Leonardo? Umas três ou quatro. A presença de um ou outro ajuda a brigar com os zagueiros centrais. Tem que dar situações de gol aos atacantes. Lamentavelmente, não convertemos as chances. É futebol, é normal. Podem jogar os dois juntos. O Léo Baptistão quando cheguei , todos os jornalistas, 90%, o criticavam. É fruto do seu trabalho. Ele entendeu o que queríamos e vem se sentindo cômodo como atacante pela direita. É levantar o nível de cada um e ser mais competitivo - comentou Bustos.

O equatoriano, porém, vem recebendo críticas, principalmente após o gol que perdeu contra o Ceará. Aos sete minutos, Léo Baptistão recebeu dentro da área, no lado direito, e apenas rolou para Angulo. Livre, praticamente sem goleiro, o atacante chutou por cima do gol.

- Eu trabalho todo o dia e vejo quem está melhor para cada jogo. Eu estou todos os dias trabalhando para esse jogo e Angulo estava melhor. Não importa quem faz o gol. Ganha o time, ganha o conjunto. Todos sabem o rol que têm no grupo. Para mim, Angulo fez um bom jogo, mas respeito o que podem dizer os outros - completou o treinador.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos