Com gol no fim, Chelsea bate Stoke City e segue folgado no Inglês

Londres, 18 mar (EFE).- Com gol de Willian e outro do zagueiro inglês Gary Cahill, nos minutos finais, o Chelsea bateu neste sábado o Stoke City por 2 a 1, fora de casa, e segue folgado na liderança do Campeonato Inglês, em dia de mais uma vitória do Leicester e nova derrota do Arsenal.

No Britannia Stadium, o ex-meia do Corinthians abriu o marcador logo aos 13 minutos do primeiro tempo, deixando o time do técnico italiano Antonio Conte na frente. Ainda na etapa inicial, aos 38, o atacante irlandês Jonathan Walters empatou, cobrando pênalti.

Responsável pela falta que originou o gol do Stoke, Cahill se redimiu aos 42 da etapa final. Após cobrança de escanteio da direita do meia espanhol Cesc Fàbregas, o defensor pegou rebote de defesa do goleiro inglês Lee Grant, em finalização de David Luiz e estufou as redes.

Nos acréscimos do segundo tempo, o time da casa ainda ficou com um homem a menos em campo, devido a expulsão do lateral-direito escocês Phil Bardsley.

Com a vitória, o Chelsea chegou aos 69 pontos, abrindo provisoriamente 13 de Tottenham e Manchester City, que duelarão amanhã contra Southampton e Liverpool - quarto colocado, com 55 pontos, respectivamente.

Em Londres, o recém-classificado para às quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, Leicester, venceu pela quarta vez seguida na temporada. O atual campeão inglês bateu o West Ham por 3 a 2 e se afastou ainda mais da zona de rebaixamento.

O atacante argelino Riyad Mahrez abriu o placar logo aos 5 minutos do primeiro tempo. Pouco depois, aos 7, foi a vez do zagueiro alemão Robert Huth ampliar. O meia argentino Manuel Lanzini descontou aos 20, mas o atacante inglês Jamie Vardy fez o terceiro logo depois.

Na etapa complementar, o meia-atacante ganês André Ayew fazer o segundo dos 'Hammers', aos 23 minutos.

A vitória fez que o time comandado por Craig Sheakespeare, ainda com 100% de aproveitamento, após quatro jogos, chegasse aos 30 pontos, abrindo seis da zona de rebaixamento. O West Ham, por sua vez, segue com 33, em 11º.

Na abertura da 29ª rodada, na manhã deste sábado, em mais um dia de muitos protestos contra o técnico Arsene Wenger, o Arsenal perdeu para o West Bromwich por 3 a 1, fora de casa, se afastando ainda mais da vaga na próxima edição da 'Champions'.

O lateral-direito inglês Craig Dawson, duas vezes, e o atacante galês Hal Robson-Kanu marcaram os gols dos anfitriões. O atacante chileno Alexis Sánchez foi responsável por balançar as redes para os 'Gunners'.

A equipe londrina, com o revés, está com 50 pontos, agora cinco atrás do Liverpool, que fecha o G-4. Para piorar, amanhã ainda pode ser ultrapassada pelo Manchester United, que tem 49 e visitará o Middlesbrough.

O Everton, por sua vez, pulou provisoriamente para o sexto posto, com 50 pontos, ao golear o Hull City, antepenúltimo colocado, por 4 a 0, em casa. O meia inglês Dominic Calvert-Lewin, o atacante equatoriano Enner Valencia e o atacante belga Romelu Lukaku, duas vezes, ambas nos acréscimos do segundo tempo, marcaram.

Ainda neste sábado, o Crystal Palace derrotou o Watford, do goleiro Gomes, por 1 a 0, e o jogo entre o lanterna, Sunderland, e o Burnley terminou empatado sem gols. EFE