Buffon pode ser punido por suposta blasfêmia em jogo da Juventus

·1 minuto de leitura
O veterano goleiro da Juventus, Gianluigi Buffon, está sendo investigado por blasfêmia

O goleiro da Juventus, Gianluigi Buffon, está sendo investigado pela Federação Italiana de Futebol por palavras que poderiam ser consideradas blasfêmias, anunciou a federação nesta terça-feira.

A lenda do futebol italiano de 42 anos teria usado uma expressão blasfema ao se dirigir ao companheiro de equipe Manolo Portanova durante a vitória da Juventus por 4 a 0 sobre o Parma no último fim de semana.

O incidente, que não foi captado pelas câmeras, foi gravado em áudio. "A investigação servirá para esclarecer a situação com a possibilidade de ouvir a pessoa afetada", disse a federação italiana.

Desde 2010, na Itália, jogadores e treinadores foram punidos em diversas ocasiões por proferirem palavras consideradas desrespeitosas a Deus ou ao sagrado.

Ex-capitão da seleção italiana e detentor do recorde de jogos na Serie A com 653, Buffon já teve que se desculpar no passado por ter pronunciado a palavra 'Dio' (Deus), embora alegasse ter dito 'Zio' (Tio).

Na semana passada, o jogador da Roma, Bryan Cristante, foi suspenso por uma partida por blasfêmia, após marcar um gol contra.

ea/pb/ole/iga/dr/aam