De Bruyne, da Bélgica, é eleito melhor em campo e reclama: 'Não mereci, talvez tenha ganhado pelo meu nome'


Grande referência técnica da Bélgica, Kevin De Bruyne não teve uma grande atuação na vitória da equipe frente ao Canadá, nesta quarta-feira, por 1 a 0, pela primeira rodada do Grupo F da Copa do Mundo do Qatar.

Após o apito final, o camisa 7 fez seus comentários sobre a estreia da Bélgica. De acordo com o craque, a seleção belga tem muito o que melhorar para não passar novamente o mesmo sufoco que passou frente ao Canadá.

- Conseguimos os pontos, que é o que conta, mas temos de ser realistas. Nós temos que melhorar. Inclusive eu. Não soubemos construir as jogadas. Mas sabemos o que temos que mudar. Faltou precisão, até da minha parte, mas houve espírito de luta por parte de todos, que é o mínimo que se pode pedir - disse o jogador na zona mista.

+ Lukaku fora da Copa? Entenda por que o atacante ficou fora da estreia da Bélgica

De acordo com o aplicativo SofaScore, Kevin De Bruyne teve 10 erros de passe durante a partida desta quarta-feira, com apenas 70% de acerto, além de duas finalizações, com uma na direção do alvo. Mas mesmo com uma atuação abaixo da sua média, o meia foi eleito o melhor jogador em campo em votação da Fifa, algo que ele não concordou muito e reclamou.

- Acho que não fiz um grande jogo. Não sei por que ganhei o troféu. Talvez seja por causa do meu nome - disparou ao receber o prêmio.