Brusque e Avaí ficam no empate sem gols pela 22ª rodada da Série B

·4 minuto de leitura


Brusque e Avaí ficaram no empate sem gols na noite desta sexta-feira (03). O jogo válido pela 22ª rodada da Série B aconteceu no Estádio Augusto Bauer, casa da equipe quadricolor, e as equipes não conseguiram balançar as redes adversárias. Com um jogador a menos desde os cinco minutos do segundo tempo após expulsão do goleiro Zé Carlos, o Avaí perdeu a chance de entrar no G4 enquanto o Brusque segue sem vencer na competição.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

O empate dentro de casa levou o Brusque aos 27 pontos e estacionou a equipe de Jerson Testoni na 13ª posição da Série B - mesmo local que o time quadricolor iniciou a 22ª rodada da competição nacional.

A igualdade no placar em Brusque impediu o Avaí de retornar ao G4 e levou o Leão aos 34 pontos, garantindo aos comandados de Claudinei Oliveira dormirem nesta sexta-feira (03) na sexta posição da Série B.

Primeiro tempo:

A primeira chegada do jogo saiu logo aos dois minutos. Após jogada pela direita, Bruno Alves cruzou para Garcez cabecar dentro da pequena área sem marcação, mas o meia isolou a bola.

Aos 11 minutos o Brusque chegou novamente. Após confusão da defesa do Avaí, Thiago Alagoano ficou com a bola e chutou cruzado, mas a bola saiu pela esquerda da meta de Glédson.

Controlando as ações de ataque do jogo, o Brusque quase abriu o placar aos 21 minutos. Zé Mateus recebeu bom passe de Garcez e chutou para grande defesa de Glédson.

O primeiro lance de perigo do Avaí saiu apenas aos 22 minutos e foi em dose dupla. Após carregar a bola, Edílson chutou da entrada da área para boa defesa de Zé Carlos. No rebote, Copete encheu o pé dentro da pequena área para mais uma grande defesa do arqueiro do quadricolor.

Chegando mais ao ataque, o Leão quase chegou ao seu primeiro gol aos 29 minutos. Após cobrança de falta pela direita, Rafael Pereira ganhou da defesa quadricolor e cabeceou com muito perigo, tirando tinta da trave esquerda de Zé Carlos.

O Avaí chegou ao primeiro gol do jogo aos 35 minutos, mas por poucos instantes. Após cobrança de falta de Edílson pela direita, Copete venceu na corrida e cabeceou para o fundo das redes do Brusque, mas o VAR flagrou impedimento do atacante do Leão e invalidou o gol da equipe de Claudinei Oliveira.

Segundo tempo:

Aos cinco minutos da etapa complementar saiu o lance mais bizarro do jogo. O goleiro Zé Carlos, do Brusque, se atrapalhou com a bola, perdeu para Getúlio e segurou o atacante do Leão. A arbitragem marcou pênalti e expulsou o arqueiro da equipe quadricolor. Na cobrança da penalidade, aos nove minutos, Edílson chutou rasteiro com força e parou em Ruan Carneiro, que entrou no jogo e em seu primeiro lance encaixou a finalização do lateral do Avaí.

O primeiro lance do Brusque na etapa complementar saiu apenas aos 18 minutos. Diego Mathias recebeu pela direita, cortou para o meio e chutou com força, mas a bola subiu demais e saiu por cima da meta do Leão.

Com dificuldades para criar mesmo com um jogador a mais, o Avaí só assustou a meta de Ruan Carneiro novamente aos 28 minutos. Após boa troca de passes, Copete recebeu pela direita, cortou para o meio e chutou rasteiro, mas a bola saiu pela esquerda da meta quadricolor.

Aos 33 minutos o Leão chegou novamente. Valdívia tentou enganar Ruan Carneiro e bateu uma falta lateral direto para o gol, mas o arqueiro estava atento e jogou a bola para escanteio.

Aos 38 minutos o Avaí chegou novamente com muito perigo. Após sobra de cruzamento, Edílson colocou Alex Ruan para dançar dentro da área e soltou uma bomba rasteira, mas a bola passou tirando tinta da trave do Brusque.

O último lance de perigo do jogo foi do Avaí. Já nos acréscimos, aos 49 minutos, Valdívia saiu da marcação na entrada da área e chutou de perna esquerda, mas a bola passou raspando o travessão do Brusque.

FICHA TÉCNICA
BRUSQUE X AVAÍ:


Local: Estádio Augusto Bauer, Brusque (SC)
Data e hora: 03/09/2021 - 19h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
​Cartões amarelos: Lourenço, Valdívia (AVA)
Cartão vermelho: Zé Carlos (BRU)

BRUSQUE (Técnico: Jerson Testoni)

ESCALAÇÃO: Zé Carlos; Toty, Ianson, Everton Alemão e Airton; Zé Mateus, Rodolfo, Garcez (Ruan Carneiro, aos 8/2ºT) e Bruno Alves (Alex Ruan, aos 15/2ºT); Thiago Alagoano (Diego Mathias, aos 15/2ºT) e Edu (Marlone, aos 37/2ºT).

AVAÍ (Técnico: Claudinei Oliveira)

ESCALAÇÃO: Glédson; Edílson, Rafael Pereira, Alemão e João Lucas (Diego Renan, aos 40/2ºT); Bruno Silva (Jean Cleber, aos 40/2ºT), Marcos Serrato (Rômulo, aos 18/2ºT) e Lourenço; Copete, Vinícius Leite (Valdívia, aos 26/2ºT) e Getúlio (Jonathan, aos 26/2ºT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos