Dirigente do Flamengo se revolta com arbitragem em jogo contra a Chape e cobra Gaciba: 'Isso é criminoso'

·1 min de leitura


O jogo entre Chapecoense e Flamengo, válido pela 30ª rodada do Brasileirão, ainda nem tinha acabado, mas a atuação da arbitragem já gerava críticas por parte do Diretor de Futebol do Rubro-Negro, Bruno Spindel. Isso porque o clube reclama de dois erros da equipe de árbitros. Em vídeo divulgado pelo "Canal Flazoeiro", o dirigente classificou a atuação como "criminosa" e cobrou Leonardo Gaciba, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF.

- É um crime isso que a arbitragem está fazendo com o Flamengo. Não consigo entender a posição da CBF. Isso aqui que aconteceu na Arena Condá é criminoso. Um penal (não dado) e (não) expulsão do goleiro no lance do Gabi e o Gabi não estava impedido. O bandeira e o árbitro erraram de não deixar o lance seguir. Isso é criminoso, criminoso. Gaciba, eu quero ver você falar sobre esses lances.

Os dois lances em questão ocorreram ainda na etapa inicial. No primeiro, o goleiro Keiller tentou um corte em cima de Gabigol, mas acabou acertando o atacante com as mãos. O árbitro deixou o lance seguir.

Na segunda, Gabi recebeu ótimo lançamento, driblou o goleiro e estava pronto para marca o 100º gol com a camisa do Flamengo. O atacante partiu do campo de defesa, mas, mesmo assim, a arbitragem assinalou o impedimento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos