Bruno Silva será denunciado ao TJD por chutar bola em juiz no clássico

Os rivais cariocas se enfrentaram duas vezes na última edição do Campeonato Estadual (Foto: Vitor Silva/SSPress)

No apito final do juiz Bruno Arleu de Araújo, após a derrota alvinegra para o Vasco na final da Taça Rio, o volante Bruno Silva acabou chutando a bola na direção do árbitro, que acabou expulsando o atleta. Para piorar, ele também incluiu na súmula o ato, que será julgado no TJD-RJ nos próximos dias.

- Após o término da partida, o atleta número 8 da equipe do Botafogo, Bruno Silva, chutou, propositalmente, com uso de força excessiva, a bola, atingindo o meu peito, sendo expulso com cartão vermelho direto - escreveu Bruno Arleu de Araújo na súmula depois da final da Taça Rio entre Botafogo e Vasco.

Na saída de campo, Bruno Silva se defendeu da expulsão e negou ter qualquer intenção de acertar o árbitro da partida no apito final no Nilton Santos.

- O Vinícius Tanque rolou (antes do apito final) e, quando fui ajeitar, o juiz apareceu. Eu respeito a integridade física dele, não fiz com intenção. Estou com a consciência tranquila – garantiu o jogador do Botafogo na saída do campo.

Com o vermelho direto, Bruno Silva deve ser julgado nos próximos dias. Ele já está suspenso para a semifinal diante do Flamengo, no domingo, no Maracanã. Além dele, Marcelo também foi expulso e não vai enfrentar o rival alvinegro.







E MAIS: