Bruno Silva lamenta suspensão na Libertadores e projeta jogo com Sport

Vinícius Britto
Volante do Botafogo foi enquadrado no artigo 258 do CBJD por assumir conduta contrária à disciplina na estreia do Brasileirão. Ele foi julgado pelo mesmo ato após final da Taça Rio

Um dos destaques do meio-campo alvinegro na temporada, o volante Bruno Silva não poderá enfrentar o Barcelona-EQU no jogo da próxima semana, pela Libertadores. Ele recebeu o terceiro amarelo no Equador e, com isso, ficará de fora dos relacionados pelo técnico Jair Ventura para o jogo. Mas sem desânimo. Nesta quarta-feira, o Glorioso já tem jogo decisivo pela Copa do Brasil. E, neste, o jogador estará à disposição. Ele projetou o duelo diante do Sport-PE.

- Eu ganho um tempo maior para descansar. Eu não queria, mas infelizmente aconteceu. Pedi para voltar para o Rio na final contra o Vasco, eu gosto e quero estar jogando. Vou estar na torcida. Mas quarta-feira agora tem jogo para valer e espero que o Jair me coloque para jogar. Jogando em casa, respeitaremos o Sport, mas vamos buscar vencer. Tem um espaço longo até o jogo da volta, mas vamos procurar a vantagem para ir para Recife tranquilo - disse Bruno Silva.

O volante do Botafogo agora vive a expectativa também quanto ao julgamento que irá ocorrer na quarta-feira, no TJD-RJ, por conta da sua expulsão no jogo contra o Vasco, no Carioca. Ele - que pode pegar gancho de até 180 dias - se manteve tranquilo e preferiu focar no compromisso do Botafogo em campo.

- Eu nem sabia do julgamento. Vai ter o jogo né. Prefiro ficar aqui, treinando e trabalhando. Vamos pensar no jogo diante do Sport, que é um campeonato que vamos entrar para brigar pelo título - completa o atleta alvinegro.





E MAIS: