Bruno Méndez admite chance de deixar o Corinthians por empréstimo


Presente no noticiário do Corinthians nos últimos dias por conta de dívida do clube com o Montevideo Wanderers, que já está na Fifa, o zagueiro Bruno Méndez voltou aos holofotes nesta terça-feira, após conceder entrevista para a Rádio 1010 AM, do Uruguai e admitir que pode deixar o Timão para jogar mais regularmente, e assim defender novamente a seleção de seu país.

Contratado no ano passado por 3,5 milhões de dólares (R$ 18,3 milhões na cotação atual), Méndez é uma das promessas do futebol uruguaio e chegou como uma aposta valiosa no Timão. No entanto, de lá para cá foram apenas oito jogos oficiais com a camisa alvinegra, seis deles como titular, porém a maioria como lateral-direito, que não é a sua posição de origem.

- Neste ano joguei três partidas, não são os minutos que eu gostaria de ter, gostaria ter mais continuidade, e este semestre iria servir para ter um pouco isso, se teria os minutos que quero, mas com tudo o que aconteceu, obviamente não pudemos ver. Vamos ver se volta toda a atividade para buscar esses minutos. Já falei com eles, creio que vão me entender, porque sabem que um jovem tem que jogar, estive pensando em conseguir esses minutos em outro lugar, estávamos para conversar, mas com tudo isso (pandemia) não sabemos. - declarou, antes de completar:

- É uma possibilidade (ser emprestado a outro clube brasileiro), mas não descarto jogar em outro país para ter esses minutos.





Um dos motivos pelos quais o uruguaio gostaria de jogar com mais regularidade é a vontade de voltar a defender a seleção de seu país, como aconteceu no fim de 2018, quando foi titular contra o Brasil e a França, antes de ser contratado pelo Corinthians. Depois disso, ele não foi convocado de novo.

- Jogar na seleção principal foi divino, mas naquele momento não pensei. Quis me concentrar. Agora é uma lembrança muito linda, mas já passou e quero estar lá outra vez. Óbvio que sonho em jogar a Copa do Mundo, mas primeiro tenho que ver a realidade e buscar minutos seja onde for. Assim posso me mostrar - comentou o zagueiro.

Assim como os companheiros, Bruno Méndez permanece treinando em casa, durante o isolamento doméstico, aguardando a liberação para o retorno das atividades no CT Joaquim Grava e para a retomada das competições. Ele comentou com a rádio uruguaia como tem encarado esse período.

- A quarentena não é obrigatória, mas ficamos bastante em casa. Trato de treinar o que posso para manter o físico, porque parece que podemos voltar em breve. Estão vendo, não há nada confirmado, tivemos uma reunião com todos os jogadores, diretoria e comissão técnica, parece que na segunda semana de junho ou no fim de junho já voltaríamos a treinar. Me sinto bem, mas não é a mesma coisa treinar individualmente e em grupo. No primeiro momento, senti que perdi força, mas agora já estou com tudo para voltar - concluiu.

O Corinthians tem até o dia 30 de junho para quitar uma das parcelas referentes à compra de Bruno junto ao Montevideo Wanderers. O caso está na Fifa e será passível de punição caso o clube brasileiro não pague a dívida de 1 milhão de dólares (R$ 5,22 milhões na cotação atual). A expectativa é que com a chegada do dinheiro da venda de Pedrinho ao Benfica, esse valor seja quitado nas próximas semanas, assim como outra parcela igual, também já vencida.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também