Bruno Henrique e Arrascaeta têm chance de repetir 2019 e alcançar 'duplo-duplo' pelo Flamengo no ano

LANCE!
·2 minuto de leitura


Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabriel Barbosa formam, desde 2019, o "trio de ataque infernal" para os adversários do Flamengo. Os números estão aí para comprovar a efetividade dos atletas que, pelo segundo ano consecutivo, estão próximos de alcançarem dois dígitos em gols e assistências com o Manto. O camisa 9, inclusive, já chegou à marca, mas Arrasca e BH27 têm a última chance contra o Fortaleza, sábado, para terminar 2020 também com o "duplo-duplo".

O jogo, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro no Castelão, será o último do ano. Gabriel Barbosa, expulso contra o Bahia, será desfalque, mas já alcançou a marca, tendo 20 gols e 10 assistências em 2020. Arrascaeta, por sua vez, tem oito gols e nove passes decisivos, enquanto Bruno Henrique castigou os rivais 18 vezes e deu nove assistências desde janeiro. É certo que a atual temporada se estenderá até fevereiro por conta da pandemia da Covid-19, mas a chance do uruguaio e do atacante encerrarem o ano com a marca é neste sábado.

> CONFIRA A TABELA E A CLASSIFICAÇÃO COMPLETA DO BRASILEIRÃO!

Em 2019, na temporada mágica do Flamengo que conquistou os títulos da Libertadores e Brasileirão, foi justamente o trio Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol que chegou ao duplo dígito de gols e assistências com o Manto. O uruguaio foi o maior garçom, com 19 passes decisivos, além de 18 bolas na rede. O artilheiro foi Gabi: além dos 43 gols, serviu 11 vezes os companheiros. Já Bruno Henrique terminou o último ano com 35 gols e mais 15 assistências.

Na ausência do camisa 9, suspenso, o técnico Rogério Ceni escalará Pedro no ataque, ao lado de Bruno Henrique, Arrascaeta e Everton Ribeiro. "Reserva de luxo", o centroavante lidera a artilharia do Flamengo em 2020, com 21 gols, ainda contribuindo com três assistências em 41 partidas (23 como titular).