Bruno Henrique comemora vaga do Flamengo na final da Libertadores e avisa: 'Queremos sempre mais'

·2 minuto de leitura


Na noite desta quarta-feira, o Flamengo garantiu vaga na final da Libertadores após derrotar o Barcelona de Guayaquil, novamente, por 2 a 0, no estádio Monumental. Após o confronto, em entrevista coletiva, Bruno Henrique, autor dos dois gols do Rubro-Negro, comemorou a classificação e destacou que sempre entra em campo para honrar a camisa do Fla.

> ATUAÇÕES: Bruno Henrique e Everton Ribeiro comandam vitória do Flamengo

- Sempre que entro dentro de campo, entro para honrar essa camisa. Graças a Deus sou um cara muito abençoado. Vestir essa camisa não é para qualquer um, é para poucos. Sou um cara muito iluminado e, assim, eu consigo mostrar o meu futebol com toda essa gestão que sempre me apoiou e me deu totais condições para trabalhar. Isso reflete dentro de campo, estou muito feliz de poder ter marcado os gols no Maracanã e aqui.

> Veja a tabela da Libertadores

Com o resultado, o Flamengo está vivo nas três competições que disputa: Libertadores, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Assim, Bruno Henrique exaltou o elenco e frisou que o grupo não está satisfeito com as taças já conquistadas e busca sempre mais.

- O Flamengo é muito grande. Não é à toa que falo que o Flamengo está em outro patamar. Saem jogadores de grande qualidade, e o Flamengo vai atrás de grandes jogadores. O Flamengo foi atrás do Andreas, do Kenedy, do David Luiz. Jogadores de renome mundial.

- A gente tem um grupo muito qualificado e queremos sempre levantar títulos. A gente nunca está satisfeito com os títulos que ficaram para trás, queremos sempre mais. É por isso que estamos nessas três competições, vamos dar a vida para poder conquistar grandes coisas no fim do ano.

Veja mais declarações de Bruno Henrique

PREPARAÇÃO


- Vamos nos preparar quando chegar próximo dessa grande final. Temos duas competições ainda, onde estamos no caminho para poder buscar o título. A gente vai continuar trilhando essas três competições. Quando estiver próximo (da final) o professor Renato vai nos preparar para jogar essa grande final.

JOGO CONTRA O BARCELONA

- Sabíamos que tínhamos uma grande vantagem, mas não viemos aqui para poder "ficar só na vantagem". Somos um time que joga, independente de onde estivermos. Sabíamos que aqui era muito difícil de jogar com o apoio da torcida do Barcelona, uma torcida incrível. Jogar aqui é muito difícil, mas somos muito experientes. O Renato falou para gente que se estivéssemos focados durante 90 minutos, conseguiríamos conquistar nosso objetivo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos