Bruno Henrique é absolvido no STJD e não desfalcará o Flamengo na reta final do Brasileirão

LANCE!
·1 minuto de leitura

Julgado no STJD, nesta quarta-feira, por atingir com o pé o rosto de Breno, do Goiás, o atacante Bruno Henrique foi absolvido por unanimidade. Dessa forma, o atacante se livrou de receber um gancho na reta final do Brasileirão e está liberado para defender a equipe do Flamengo na partida contra o Corinthians, no próximo domingo, no Maracanã.

No julgamento, ficou entendido que Bruno Henrique não teve a intenção de atingir o jogador do Goiás, que teve o nariz fraturado no lance. Foi destacado pelos auditores que o árbitro estava perto do lance e o VAR entendeu que não deveria interferir. O jogo foi válido pela 11ª rodada do Brasileiro, em 13 de outubro de 2020.

Leia também:

Em um primeiro momento, Bruno Henrique nem seria julgado pelo STJD, porque a comissão disciplinar havia entendido que não havia motivo para reconhecer a denúncia, já que o lance não fugiu da visão da arbitragem. A Procuradoria, no entanto, recorreu, e o entendimento no Pleno foi de que, como o Goiás foi o autor da notícia de infração, deveria ter sido intimado, o que não aconteceu, e a comissão teria que votar pela procedência ou não dos termos da denúncia.