Bruno Guimarães: Athletico reduz pedida em negociação com o Benfica

Antes à espera de 30 milhões de euros, Furacão agora aceita vender o jovem volante por 25 milhões de euros
Antes à espera de 30 milhões de euros, Furacão agora aceita vender o jovem volante por 25 milhões de euros

O Athletico Paranaense resolveu reduzir o preço pedido para negociar Bruno Guimarães com o Benfica. A Goal apurou que o clube brasileiro, que antes almejava uma proposta de 30 milhões de euros (R$ 138,5 milhões), agora aceita 25 milhões de euros por 80% dos direitos econômicos do jovem volante.

A decisão de diminuir o valor foi tomada na última segunda-feira, numa reunião entre os membros da diretoria do Furacão, que inicialmente passou por avaliar a proposta oficial dos portugueses: 20 milhões de euros (R$ 92 milhões), com outros 5 milhões de euros (R$ 23 milhões) por produtividade (metas atingidas), num negócio a ser pago em quatro anos.

Entre Bruno Guimarães e Benfica já há um acordo verbal desde dezembro do ano passado, quando os representantes do jogador de 22 anos estiveram em Lisboa para conversar diretamente com presidente encarnado Luís Filipe Vieira.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Num primeiro momento, vale lembrar, o clube português se mostrou até disposto a fechar o acordo agora, mas receber Bruno Guimarães apenas em julho. O atleta, por sua vez, prefere a saída imediata e já deixou isso claro ao Athletico Paranaense.

Mercado agitado

Bruno Guimarães, que atualmente está treinando com a seleção pré-olímpica (sub-23) no Rio de Janeiro, está hoje na mira de dois outros grandes clubes da Europa: Arsenal e Borussia Dortmund. Antigo alvo de Chelsea, PSG e Flamengo, o volante também já saiu dos planos do Atlético de Madrid, com quem tinha um acordo de preferência na transferência.

Leia também