Gagliasso diz que foi "tratado como bandido" pela polícia e desabafa sobre ataques

Yahoo Vida e Estilo
Crítico de Bolsonaro, Bruno Gagliasso relata ataques à família (Foto: Reprodução/Instagram @brunogagliasso)
Crítico de Bolsonaro, Bruno Gagliasso relata ataques à família (Foto: Reprodução/Instagram @brunogagliasso)

Bruno Gagliasso desabafou nas redes sociais na última quinta-feira (22). O ator relatou os ataques que ele e sua família sofreram nos últimos tempos por causa de seu posicionamento político. O ex-global é crítico do presidente Jair Bolsonaro. Em um dos tuítes, o artista conta que eles foram “tratados como bandidos” durante uma blitz policial no Rio de Janeiro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário

“Meu carro com a minha família foi parado pela polícia na estrada de Búzios e trataram a gente como bandidos. ‘Os lacradores devem estar cheios de drogas no porta-malas’. Tinha brinquedo da minha filha e roupa da minha família”, diz no Twitter. Após a repercussão da declaração, Bruno apagou o post.

Leia também

Gagliasso, que é casado com Giovanna Ewbank e pai de duas crianças, ainda falou sobre as vezes em que foi vítima de “fake news”. O ator conta que, por causa dos boatos difamatórios, uma fã chegou a enviar um e-mail para ele pedindo para que deixasse de apoiar a pedofilia. Confira:

“É muito nojento ver que isso virou ‘o poder’ no Brasil... Passamos meses tentando entender o que estava acontecendo, sendo difamados. Postaram fotos minhas com meu amigo de mais de 18 anos dizendo que ele era meu namorado e que a Gio era ‘fachada’ pra esconder a pederastia”, completa.

Ele também revela que a apresentadora implorava para que ele não falasse publicamente sobre política com medo dos ataques à família. Leia mais:

Bruno, que será pai pela terceira vez (Giovanna está grávida de um menino), finalizou o desabafo atacando as ações governo federal no combate do novo coronavírus. “Hoje a ‘fake news’ é a cloroquina. Amanhã sobre um de nós que não os apoiam? Esse é o rumo?”, questiona.

Leia também