Britânica Emma Raducanu, de 18 anos, avança às quartas do US Open

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
A britânica Emma Raducanu devolve a bola para a americana Shelby Rogers durante a partida das oitavas do US Open em Nova York, em 6 de setembro de 2021 (AFP/TIMOTHY A. CLARY)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A sensação britânica de 18 anos Emma Raducanu, 150ª no ranking mundial da WTA, se classificou para as quartas de final do Aberto dos Estados Unidos nesta segunda-feira ao derrotar com facilidade a americana Shelby Rogers (43ª) com parciais de 6-2 e 6-1.

Raducanu continua a impressionar, já que ainda não cedeu um único set em sua trajetória impecável nas quadras de Flushing Meadows, onde está dando seus primeiros passos neste nível.

Até então, apenas a estoniana Kaia Kanepi em 2017 e a americana Barbara Gerken em 1981 haviam chegado a esta fase desde a classificação.

A britânica, nascida no Canadá de mãe chinesa e pai romeno, em nenhum momento deu esperanças a Rogers, que, no entanto, havia conseguido a façanha na fase anterior de eliminar a australiana Ashleigh Barty, número 1 do mundo.

Raducanu vai enfrentar na próxima fase a campeã olímpica de Tóquio-2020, a suíça Belinda Bencic (12ª), semifinalista em Nova York em 2019 e que eliminou a polonesa Iga Swiatek (8ª) mais cedo nesta segunda-feira.

Bencic, 11ª cabeça de chave, derrotou Swiatek, sétima, com parciais de 7-6 (12/14) e 6-3 em duas horas e seis minutos de jogo na quadra Louis Armstrong em Flushing Meadows.

A suíça, de 24 anos, segue avançando em velocidade de cruzeiro em Nova York, onde ainda não perdeu um set.

Contra Swiatek, de 20 anos e campeã de Wimbledon em 2020, Bencic forjou sua vitória em um acirrado tiebreak de 23 minutos no primeiro set, no qual a polonesa desperdiçou três set points.

"Foi muito disputado. Para vencer um tiebreak é sempre necessário um pouco de sorte", reconheceu. "Depois de vencer o tiebreak foi mais fácil."

A medalhista olímpica quebrou o saque da adversária no terceiro game do segundo set, assumindo uma vantagem que a abatida Swiatek não conseguiu mais recuperar.

./bds/dep/nip-meh/ol/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos