Além de briga pelo topo, Santos pega o The Strongest para desempatar duelo

Santos e The Strongest duelam nesta quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela liderança do grupo 2 da Libertadores. Porém, as duas equipes também lutam para findar com uma igualdade histórica. Isso porque os dois clubes já se enfrentaram duas vezes pela competição continental, com uma vitória para cada lado.

Os jogos aconteceram em 2012, último ano que o Peixe disputou uma Libertadores até conseguir a classificação na temporada passada. Logo na estreia do torneio, em La Paz, o alvinegro saiu na frente com o volante Henrique, mas viu os peruanos virarem para 2 a 1, com gols de Ramallo e Ernesto Cristaldo.

Já na última partida da fase de grupos, o Santos, que era o atual campeão da Liberta, deu o troco e venceu por 2 a 0. Hoje brilhando no Barcelona, Neymar marcou um dos tentos do embate. Alan Kardec também anotou o seu. A equipe santista, comandada por Muricy Ramalho, ainda contava com Ganso e Elano.

Atualmente, o alvinegro divide a segunda colocação do grupo 2 com o Sporting Cristal, já que os dois empataram em 1 a 1 na estreia. O líder é o The Strongest, que bateu o Santa Fe, da Colômbia, na semana passada.

Caso vença o jogo desta quinta-feira, o Peixe irá desempatar o confronto e ainda alcançará a liderança da chave, deixando os bolivianos para trás. Porém, se depender do artilheiro Pablo Escobar, o Tigre não será presa fácil.

“O jogo tem que ser jogado. Acho que o melhor é ganhar, mas é difícil. A história não está a nosso favor. Temos o sonho e vamos correr atrás. Todos querem ganhar, mas vamos ver o que acontece em campo. Um ponto daqui seria muito bom, mas temos que sair para ganhar com nossas armas, inteligente, fechadinho. Não vai ser fácil”, explicou o veterano atacante de 38 anos.