Briga no Mineirão pode tirar mando de campo de Cruzeiro e Atlético. Mais uma vez

Yahoo Esportes
Empate sem gols entre Cruzeiro e Atlético ficará marcado apenas pelas confusões fora do campo (Alessandra Torres/AGIF)
Empate sem gols entre Cruzeiro e Atlético ficará marcado apenas pelas confusões fora do campo (Alessandra Torres/AGIF)

O clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, ficará marcado somente pelos tristes acontecimentos fora de campo. Se no gramado o futebol apresentado foi muito pobre, fora dele alguns torcedores protagonizaram cenas de horror, como racismo, brigas e muita confusão. Por tudo o que aconteceu de lamentável nesse domingo, as duas equipes podem perder mando de campo no Brasileirão.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

As imagens do que aconteceu no Mineirão já chegaram no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que vai denunciar as duas equipes. As possíveis punições, no entanto, vão depender de qual artigo os clubes vão ser enquadrados, que pode variar de multa até a perda do mando de campo.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

O que não é nenhuma novidade no histórico recente do maior clássico mineiro. Cruzeiro e Atlético foram punidos por brigas de suas torcidas nas edições 2013 e 2014 do Brasileirão, sempre nos jogos do segundo turno, assim como nesta temporada.

Em 2013, no Independência, o mando era do Atlético, que pegou um jogo de punição. Mesmo visitante, o Cruzeiro foi punido em duas partidas, já que sua torcida foi considerada responsável pela confusão. Os dois clubes tiveram de jogar a 100 quilômetros de Belo Horizonte. Uberlândia foi a cidade escolhida por ambos. A Raposa pagou os mandos perdidos contra a Ponte Preta (ainda na edição de 2013) e contra o São Paulo (2ª rodada de 2014), enquanto o Galo enfrentou o Corinthians, na abertura da competição de 2014.

A punição referente ao Brasileirão de 2013 não foi o suficiente para evitar novos confrontos entre cruzeirenses e atleticanos. Tanto que na edição seguinte teve mais briga entre torcedores e mais punições. O Cruzeiro recebeu o Atlético no Mineirão e integrantes de torcidas organizadas dos dois clubes usaram bombas dentro do estádio, quebraram cadeiras e até tentaram invadir um dos bares do local.

Multa de R$ 50 mil para cada um dos rivais, mais a perda de campo em uma partida. O Cruzeiro abriu o Brasileirão de 2015 contra o Corinthians, em Cuiabá. Já o Atlético recebeu o Fluminense em Brasília, na rodada seguinte.

Punição ficaria para 2020

Restando seis rodadas para o término do Brasileirão, dificilmente Cruzeiro e Atlético perderão mando de campo ainda nesta temporada. Em caso de uma possível punição, os recursos podem postergar a decisão final do STJD. Foi justamente o que aconteceu nas temporadas anteriores. Em 2014, por exemplo, o clássico foi disputado em setembro de 2014. Com recursos, Galo e Raposa só pagaram o mando no Brasileirão do ano seguinte.

Veja mais sobre futebol mineiro no Blog de Victor Martins

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também