Presidente da federação paraguaia critica arbitragem de jogo contra o Brasil

Assunção, 31 mar (EFE).- O presidente da Associação Paraguaia de Futebol (APF), Robert Harrison, qualificou nesta sexta-feira de "lamentável" a arbitragem da vitória do Brasil sobre o Paraguai por 3 a 0, que deixou os paraguaios mais distantes de uma vaga na Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Harrison disse em entrevista coletiva que "somos conscientes da má arbitragem e vamos enviar as reivindicações pelos meios adequados para que não prejudiquem mais o Paraguai".

"Nós nos sentimos prejudicados pela arbitragem o tempo todo, do início ao fim", declarou Harrison na sede da APF.

O dirigente reforçou seu compromisso com o processo iniciado pelo técnico Francisco Arce e ressaltou que a seleção paraguaia ainda tem chances de conseguir a classificação.

"Os pontos que o Paraguai deve fazer para se classificar aumentaram. Temos possibilidades e vamos brigar até o final", acrescentou Harrison.

O Paraguai é o oitavo colocado nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018 com 18 pontos, cinco atrás do Chile, que é quarto e ocupa a última vaga de classificação direta, e a quatro da Argentina, que em quinto iria para a repescagem. EFE