Breaking: esporte olímpico reúne dança e cultura em festival de verão no Rio de Janeiro


O Velódromo do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, vai abrigar a segunda edição do ‘Breaking do Verão’. Considerada a maior competição da modalidade no país, o torneio une pilares da cultura Hip-Hop com breaking, grafite, música e muita dança. Em Paris 2024, o novo esporte fará a sua estreia nos Jogos Olímpicos.

A competição será realizada entre os dias 19 e 22 de janeiro, com a presença de destaques nacionais e internacionais do cenário. O evento contará com b-boys e b-girls convidados, além dos inscritos nas eliminatórias na competição que acontecem nos dias 19 e 20 de janeiro

+ Veja quais foram os 10 clubes mais populares do mundo em 2022 no Twitter

Estilo de dança de rua, que se popularizou nos anos 70 no Bronx, em Nova York, o breaking é um dos elementos que compõem a Cultura Hip-Hop. Concomitantemente, é uma filosofia de vida. Assim como o skate e surf, o breaking possui seu próprio “Lifestyle", com danças, músicas e artes próprias.

Pelezinho, b-boy que cresceu em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, e que se tornou o responsável por colocar o Brasil no mapa mundial do breaking, fará a curadoria técnica do festival. Ele possui esse apelido por conta do Rei do Futebol Pelé, falecido em dezembro de 2022. O esportista é considerado o maior do cenário do breaking no país.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Ao todo são 32 atletas em busca do título de melhor B-Boy e melhor B-Girl da 2º edição do Breaking do Verão. Destes, 12 são atletas internacionais, como o americano Victor, bicampeão do Red Bull BC One Word Final e representante da seleção norte-americana de Breaking, o cazaquistanês Amir, a alemã Jilou, representante da Seleção Alemã de Breaking, a americana Logistx, campeã mundial e representante do Underground Flow, BreakinMIA e Red Bull BC One All Stars, e a japonesa Ami, atual campeã do World Breaking Championship Korea, outro mundial da modalidade olímpica.

b-boy victor
b-boy victor

B-boy norte-americano Victor começou a carreira aos 11 anos, em 2005 (Foto: Divulgação)

Entre os competidores nacionais, o evento traz nomes como o paraense Leony, atual campeão do BDV e o paulista Luan San, atual campeão do CNDD Breaking Sport. Entre a categoria feminina, estarão a paulista Toquinha, atual campeã do CNDD Breaking Sport, a brasiliense Maia, atual campeã do Red Bull BC One Brasil, e outras novidades.

Compondo o time de jurados, o Breking do Verão conta com dois nomes internacionais, entre eles o b-boy argelino-francês Lilou, um dos nomes mais emblemáticos da cena do breaking mundial, e um esportista nacional.

O evento busca aproximar o público da nova modalidade olímpica. No entanto, o torneio realizado no Parque Olímpico não valerá para a classificatória do ciclo olímpico.

A competição será transmitida pelo Grupo Globo: no dia 21, sábado, o SporTV passa o festival, enquanto a TV Globo, no Esporte Espetacular, transmite o encerramento no dia 22 de janeiro.

Festival Breaking do Verão:

Data: 19 a 22 de janeiro

Local: Velódromo do Parque Olímpico, Rio de Janeiro

Onde assistir:

21/01 - 14:00 (SporTV)
22/01 - 09:45 (TV Globo)