Braz responde sobre multa de Dome, renovação de Diego Alves e escolha por Ceni: 'A opção foi certeira'

Lazlo Dalfovo
·3 minuto de leitura


Não foi só Rogério Ceni que esteve à frente dos microfones da sala de imprensa do Ninho do Urubu nesta terça-feira. Marcos Braz, vice-presidente de futebol do clube, esteve junto a outros dirigentes na apresentação do novo técnico e falou sobre gastos com Domènec Torrent, negociação pela renovação de Diego Alves, baixa do Fortaleza e motivo da escolha por Ceni.

Primeiro, Braz respondeu a respeito da multa que o Flamengo terá que desembolsar pela demissão de Domènec Torrent. Em seguida, emendou acerca das conversas com Diego Alves.

- Evidente que teremos um gasto a mais, estamos analisando, mas acho que essa parte financeira será reposta. Tenho certeza que o vice-presidente financeiro vai ajustar com o Bruno (Spindel, diretor executivo de futebol) e todos nós aqui essa situação, como a do Diego Alves. A gente fez uma proposta, houve um imbróglio, e o Diego é o menos culpado. O prazo é pequeno, mas vamos tentar arrumar uma maneira para que ele fique no clube por um ano e meio, dois anos... e nos ajude em mais títulos.

Outro assunto abordado, como não poderia ser diferente, foi em cima da escolha por Rogério Ceni para substituir Domènec Torrent, que ficou 99 dias sob o comando do Flamengo.

- A tomada de decisão foi um pouco em cima da sensibilidade do que estávamos vendo no departamento. O Dome é um grande treinador, tem nosso respeito, mas a gente teve a opção pela troca. Acho que a opção foi certeira tanto para o Flamengo quanto para todas as pessoas envolvidas aqui. Dentro desse quadro de Campeonato Brasileiro, jogos atrás de jogos, a gente viu o Ceni como grande treinador, que vinha fazendo excelente trabalho no Fortaleza. A gente entendia que era hora mais uma vez trazer um técnico que pudesse estar mais ambientado ao futebol brasileiro - justificou o VP.

Braz também comentou sobre críticas públicas do presidente do Fortaleza, Marcelo Paz (saiba mais aqui):

- Respeito o que o presidente do Fortaleza falou, mesmo que publicamente, mas estou aqui para defender os interesses do Flamengo. No final, estou muito feliz com essa contratação. Lamento por tirar o técnico do Fortaleza, mas tenho que cuidar dos interesses do Flamengo.

Rogério Ceni e Marcos Braz Flamengo
Rogério Ceni e Marcos Braz Flamengo

Braz mostrou o CT a Ceni (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Confira outros trechos da entrevista coletiva de Marcos Braz:

Elenco foi consultado antes de assinar com Ceni?

- Não teve conversa com o elenco. Saímos do jogo, eu e Bruno conversamos no avião. Pensamos nas decisões e assim foi feito no início da tarde de segunda. Não conversei com atleta para trazer nenhum dos técnicos.

Primeiras impressões do Ceni

- Igual aos outros. Felizes com a grandeza, com a oportunidade de trabalhar aqui, em um momento tão bonito e grandioso. Ele encontrou uma estrutura acima da média do futebol brasileiro e sul-americano.

Venda de Pablo Marí

- Apareceu no balanço esse valor (4 milhões de euros, no documento equivalente ao terceiro trimestre do ano), mas, se somar todas as entradas, é um valor bem maior do que esse aí, existem contratos e não vamos expor aqui.

Tabela 'desumana'

- Nós temos uma tabela que é desumana. O Rogério terá dificuldades de treinamento como qualquer outro do Brasil. Acho que estamos bem servidos e vamos com tudo nessa reta final de 2020.