Braz lamenta declaração de Bandeira sobre tragédia do Ninho: 'Foi covarde ou mau caráter'


Após o ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello declarar que a tragédia do Ninho do Urubu não teria acontecido sob a sua gestão, o vice de futebol do Flamengo, Marcos Braz, avaliou a declaração durante uma entrevista no canal da Fla TV. Mesmo sem ser questionado sobre o caso, o dirigente defendeu a gestão de Rodolfo Landim e lamentou as palavras do ex-mandatário.

- O presidente Bandeira de Mello foi muito infeliz nas declarações que fez na semana passada. Foi uma declaração covarde ou até mau caráter. Não sei se foi uma atitude de mau caráter ou de oportunismo - afirmou Marcos Braz que também defendeu a gestão de Rodolfo Landim.

- Ele como ex-presidente não poderia dar essa declaração. Foi na gestão dele que contrataram aquele contêiner, que as crianças estavam lá e chegaram todas as notificações da prefeitura - finalizou.

O vice-presidente de futebol do Flamengo participou na noite deste sábado de uma entrevista no canal da Fla TV, no YouTube. Além da declaração de Bandeira de Mello, Marcos Braz também comentou sobre o atual momento do clube em meio a pandemia, como as conversas de renovação do técnico Jorge Jesus e da possível volta das atividades em maio.




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também