Braz comenta busca do Flamengo por reforços e explica situação de Rossi e Quintero

Rubro-Negro buscará opções específicas para reforçar o elenco (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)


O Flamengo iniciou a primeira semana de 2023 confirmando as contratações de Gerson e do técnico Vítor Pereira. O clube está ativo no mercado e o vice-presidente de futebol Marcos Braz, em entrevista coletiva nesta terça-feira, falou sobre a movimentação no mercado. De acordo com o dirigente, não há negociação em andamento pelo goleiro Agustín Rossi, do Boca Juniors, ou pelo meia Juan Quintero, que estava emprestado ao River Plate pelo Shenzhen FC (CHN) até dezembro.

- São dois grandes jogadores. O Rossi já é um desejo antigo do Flamengo, desde o começo de 2022. Chegamos a fazer um comunicado com o Boca Jrs para saber as possibilidades, entendemos as razões de não seguirem a negociação, tinha o campeonato nacional e isso ficou um pouco em banho maria, até pelo contrato dele até final de 2023. Na época, não era possível, mas não tem absolutamente nada com esses jogadores - afirmou Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Fla.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

- Depois que o Vítor foi contratado, todas análises que fizemos nós conversamos com ele. Ouvimos e dávamos a nossa opinião. Isso é feito sistematicamente. Conversamos com ele em todos os sentidos - completou o dirigente, referindo-se ao técnico Vítor Pereira, apresentado nesta terça-feira.

Confira outras respostas de Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Flamengo, nesta terça-feira:

Chegada de Gerson ao Flamengo

"O Gerson deu certo na Europa, fez 11 gols, 10 assistências, contribuiu e muito com o Olympique. O jogador pode querer voltar ao Brasil, vai ganhar bem, em dia, com possibilidade de ser campeão. Nesse entendimento, o Olympique tinha o mesmo, por isso não facilitou em nenhum momento a venda dele. Entendiam que era um valor ainda mais do que adquiriram. Por isso, a negociação foi que teve muita paciência, muita criatividade, a estruturação da nossa proposta não foi aceita porque eles não queriam manter um percentual. Fizemos um empenho maior."

Saída de Dorival Júnior

"Acabei de apresentar um técnico. Fico desconfortável em falar. Quando abordamos o Dorival, lá atrás, fomos sempre respeitosos, cumprimos absolutamente tudo com ele. Uma pessoa que, pelo menos, eu, não tenho nada a falar. Só que decidimos que teria que ser feito um outro caminho."

Grande contratação para o Mundial de Clubes?

"Sabíamos que teríamos a janela para contratação. Foi isso que disse à época. Estamos buscando ajustar outras grandes contratações. O que eu falei foi isso: como a janela estava aberta, temos a possibilidade de fazer. O Gerson, para mim, é uma grande contratação. O esforço feito foi enorme, de todas partes. Um jogador que, para mim, volta ainda mais forte e qualificado.