Brawn diz que F1 não procura novas equipes, apesar de “criar ambiente econômico viável”

motorsport.com

Ross Brawn afirmou recentemente que a F1 não deverá ter uma nova fabricante pelo menos até 2026, que é o ano previsto para a possibilidade de mudança do atual modelo de unidade de energia.

Nesta semana o diretor esportivo da F1 se mostrou satisfeito com a manutenção de 10 equipes no grid, com 20 carros, e que a categoria não foca o aumento desses números no momento.

Leia também:

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Brawn: F1 não vai apressar a volta dos fãs às corridas; tudo será feito com cautelaBrawn: falta de diversidade na Fórmula 1 "começa na base"F1 não deve ter novo fabricante até 2026, diz Brawn

"No momento, tudo se baseia em 10 equipes e não acho que, nesse clima, estaríamos procurando adicionar times", disse Brawn ao site RaceFans.

“Você nunca sabe o que pode acontecer ao virar a esquina e, é claro, estamos criando um ambiente econômico muito mais viável para as equipes, por isso tenho certeza que as pessoas agora olharão para ele em uma perspectiva diferente do que talvez tenham visto na F1 há dois ou três anos.”

"Mas temos 10 equipes, são ótimas, sabemos que algumas precisam de apoio e, portanto, estamos focados em colocar essas 10 equipes na melhor posição possível.”

"Portanto, não acho que a questão de equipes extras seja um foco no momento".

Brawn não esquece da atual situação da Williams, que há algumas semanas admitiu venda parcial ou até mesmo total.

"A Williams está obviamente no centro das atenções", disse Brawn, que chegou a trabalhar para a equipe durante seu período no esporte.

“Parece haver alguns um interesse muito forte e credível. E estamos otimistas de que eles continuarão.”

“Se perdermos uma equipe, haverá uma oportunidade para outra entrar. Mas precisa ser a equipe certa, não podemos ter o que aconteceu no passado, equipes indo e vindo porque simplesmente não tiveram alicerces suficientemente fortes.”

Entenda como a Williams chegou até o ‘buraco’ da venda na F1

PODCAST: A Williams tem salvação?

Your browser does not support the audio element.

Leia também