Bratches deixa posto de diretor-comercial e passa a atuar como consultor da F1

Redação GP
Grande Prêmio

A gestão da Fórmula 1 vai passar por uma mudança em 2020. A categoria anunciou nesta segunda-feira (20) que Sean Bratches está deixando o posto de diretor de operações comerciais e vai passar a atuar como consultor.

Bratches se juntou à F1 em janeiro de 2017, já na gestão do Liberty Media. Desde então, trabalhou para aumentar o alcance do Mundial, assim como desenvolver a atuação do certame nas novas mídias. Entre os destaques da gestão de Sean está a série ‘Drive to Survive’, da Netflix.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Sean Bratches deixou a direção comercial da F1 (Foto: F1/Twitter)


Paddockast

O MELHOR CONTEÚDO DO ESPORTE A MOTOR PARA OUVIR QUANDO QUISER


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM






O dirigente vai deixar o posto para voltar aos Estados Unidos e se dedicar à família. 

“Quero agradecer Sean em nome de todos na Fórmula 1 pela liderança, paixão e conhecimentos que ele transmitiu ao negócio nos últimos três anos”, disse Chase Carey, diretor-executivo da F1. “Sean transformou o lado comercial da F1 e uma prova do trabalho dele é o nosso momento e o crescimento como negócio”, seguiu.

“Estou satisfeito por Sean continuar como um consultor para nós desde a casa dele, nos Estados Unidos. Ele será sempre uma parte da família da Fórmula 1 e estou ansioso pelos contínuos conselhos e orientações dele. Desejo a ele todo o melhor em sua nova aventura”, completou.

Bratches, por sua vez, classificou sua passagem pela Fórmula 1 como uma “jornada incrível” e celebrou o fato de deixar a categoria numa posição melhor do que encontrou.

“Os últimos três anos na Fórmula 1 foram uma jornada incrível, uma que aproveitei bastante”, comentou. “Quero agradecer pessoalmente ao time na F1 pelo esforço e dedicação extraordinários. Eles são os melhores dos melhores e estou confiante de que eles vão continuar servindo os fãs e cumprindo com a estratégia que traçamos para os próximos anos”, falou.

“Me orgulho por deixar a F1 numa posição melhor do que quando cheguei em 2017 e sei que a fundação que fizemos como um time vai continuar a atender os nossos fãs ao redor do mundo e alcançar novas audiências”, concluiu.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também