Sean Bratches deixa cargo de diretor comercial da Fórmula 1

Redação GP

Diretor comercial da Fórmula 1 desde 2016, Sean Bratches está de saída da categoria. Ele era um dos membros da nova gerência guiada pelo grupo Liberty Media, também formada pelo diretor-executivo Chase Carey e o diretor esportivo Ross Brawn. A informação é do site norte-americano ‘Motorsport.com’.

Ex-executivo da ESPN, Bratches está na parte final de seus acertos com o grupo e o anúncio oficial deve acontecer até o início da próxima semana.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Trabalhando com patrocínios, acordos televisivos, taxas para realizações de corridas, busca de novas praças e outros fluxos de receitas, Bratches já cavava a saída em 2019, afirmando que gostaria de passar mais tempo com a família nos Estados Unidos e menos tempo viajando pelas corridas. Ele é pai de quatro filhos.

Bratches foi diretor comercial da Fórmula 1 (Foto: Renault)


Durante o GP de Abu Dhabi, última corrida de 2019, Chase Carey comentou sobre o desejo de saída do parceiro.

"Ele realmente gosta do que tem feito e gosta da experiência. Ele está animado para o futuro, pelo caminho que estamos. Agora, não temos chance para respirar", afirmou o chefão em novembro.

A temporada 2020 da Fórmula 1 começa entre os dias 13 e 15 de março com o GP da Austrália, que será realizado no circuito de Albert Park, em Melbourne.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também