Brasileiros tentam se juntar a Hugo Calderano na fase principal em Doha


O Aberto da Qatar de tênis de mesa, em Doha, começa nesta quarta-feira para os brasileiros no torneio individual masculino: Gustavo Tsuboi e Thiago Monteiro brigarão por vagas na chave principal para se juntarem a Hugo Calderano, número sete do mundo e pré-classificado, que inicia sua participação apenas na quinta-feira.

Monteiro enfrenta o dinamarquês Anders Lind, às 6h30 (de Brasília). Se passar, encara, às 13h20, o vencedor do confronto entre o alemão Ricardo Walther e o austríaco Robert Gardos.

Monteiro, por sinal, conseguiu furar a difícil etapa preliminar do torneio de 2019. Ele venceu quatro adversários na época, entre eles, o nigeriano Quadri Aruna, que ocupava a 25ªcolocação do ranking naquele momento. Boas lembranças, mas nada que se compare a jogar distante do rigoroso inverno europeu.

– Eu tenho boas lembranças do Aberto do Qatar, desde a primeira vez que fui. Nem sempre tem a ver com o desempenho na mesa. Eu gosto de ir para o calor nessa época do ano, meio do inverno europeu. Por isso, eu já vou feliz para Doha – avisa o Guerreiro Cearense, que há muitos anos atua na França.

Tsuboi, atual número 43 do mundo, tem uma chave boa pela frente, para tentar a classificação. O primeiro desafio é diante do italiano Niagol Stoyanov, às 7h20. Se vencer, pega o sérvio Peto Zsolt ou o sueco Jon Persson, às 14h10. O brasileiro conquistou, recentemente, o vice-campeonato pan-americano, em Porto Rico, sendo superado apenas pelo colega Calderano, e vem motivado para o torneio.

Na quinta, Calderano estreia diante de um adversário vindo da fase preliminar. Os confrontos possíveis em sua chave são contra o francês Simon Gauzy (na sexta, oitavas de final), o japonês Koki Niwa e o chinês Xu Xin (ambos nas quartas de final, no sábado). O brasileiro foi o vice-campeão em 2018.











Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também