Brasileiros ficam de fora da classe de 2017 do Hall da Fama de Basquete

Os três brasileiros indicados ao Hall da Fama do Basquete neste ano não foram eleitos para a classe de 2017.  O Naismith Memorial Basketball anunciou os escolhidos neste sábado, em Glendale, no Arizona, mas Kanela, Amaury e Marquinhos Abdalla acabaram ficando de fora do grupo que abriga os maiores nomes da história do esporte.

Sete vezes presente no All-Star Game da NBA, Tracy McGrady foi um dos escolhidos pela associação dos EUA. Aposentado desde 2013, o ala-armador é considerado um dos melhores jogadores dos anos 2000 e atuou por sete equipes da liga norte-americana de basquete.

Os 11 escolhidos pelo Naismith Memorial Basketball para o Hall da Fama do Basquete foram Tom Jernstedt, Rebecca Lobo, Robert Hughes. George McGinnis, Zack Clayton, Nikos Galis, Mannie Jackson, Bill Self, Tracy McGrady, Jerry Krause e Muffet McGraw.

Para que uma figura do basquete seja escolhida para o Hall da Fama é preciso conquistar 18 dos 24 votos do Comitê de Honra do Naismith Memorial Basketball. Os 11 eleitos participarão da cerimônia de entrada em Springfield, nos EUA, no próximo dia 9 de setembro.