Brasileiros ficam de fora da classe de 2017 do Hall da Fama de Basquete

Gazeta Press

Os três brasileiros indicados ao Hall da Fama do Basquete neste ano não foram eleitos para a classe de 2017.  O Naismith Memorial Basketball anunciou os escolhidos neste sábado, em Glendale, no Arizona, mas Kanela, Amaury e Marquinhos Abdalla acabaram ficando de fora do grupo que abriga os maiores nomes da história do esporte.

Sete vezes presente no All-Star Game da NBA, Tracy McGrady foi um dos escolhidos pela associação dos EUA. Aposentado desde 2013, o ala-armador é considerado um dos melhores jogadores dos anos 2000 e atuou por sete equipes da liga norte-americana de basquete.

Os 11 escolhidos pelo Naismith Memorial Basketball para o Hall da Fama do Basquete foram Tom Jernstedt, Rebecca Lobo, Robert Hughes. George McGinnis, Zack Clayton, Nikos Galis, Mannie Jackson, Bill Self, Tracy McGrady, Jerry Krause e Muffet McGraw.

Para que uma figura do basquete seja escolhida para o Hall da Fama é preciso conquistar 18 dos 24 votos do Comitê de Honra do Naismith Memorial Basketball. Os 11 eleitos participarão da cerimônia de entrada em Springfield, nos EUA, no próximo dia 9 de setembro.

Leia também