Brasileiros estendem bandeirão proibido, mas autorizado pela Fifa, segundo organizadores

***ARQUIVO***DOHA, QATAR, 24.11.2022 - Torcedores da seleção brasileira acompanham partida contra Sérvia, na estreia das seleções da Copa do Mundo do Qatar-2022. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)
***ARQUIVO***DOHA, QATAR, 24.11.2022 - Torcedores da seleção brasileira acompanham partida contra Sérvia, na estreia das seleções da Copa do Mundo do Qatar-2022. (Foto: Gabriela Biló/Folhapress)

DOHA, QATAR (FOLHAPRESS) - Membros do Movimento Verde e Amarelo estenderam um bandeirão em formato de camiseta na arquibancada brasileira no jogo contra a Suíça na noite desta segunda-feira (28) no Qatar. O tecido subiu durante o hino nacional.

A bandeira foge do tamanho autorizado pela Fifa, mas participantes da torcida organizada disseram que tiveram autorização da organização para entrar no estádio. O tamanho permitido pela entidade é de até 2 m por 1,5 m.

A torcida também performou uma dança com faixas com o nome do movimento, além de ter uma bateria localizada atrás do goleiro Alisson no primeiro tempo da partida.

Gritos que enchem o estádio, cantos e uma massa verde e amarela é o que caracteriza o jogo que ocorre no estádio 974, em Doha, a capital no Qatar. Os torcedores suíços são minoria. É o segundo jogo da fase de grupos da seleção comandada por Tite.

A equipe ainda enfrenta Camarões na próxima sexta-feira (2). A reportagem entrou em contato com a Fifa para entender o procedimento para estender o bandeirão na arquibancada e confirmar se houve autorização, mas não teve retorno até a publicação deste texto.