Brasileiros derrubam favoritos e são campeões do Macena Open

·3 minuto de leitura


O Macena Open de Beach Tennis, torneio internacional realizado na praia de Pajuçara, em Maceió (AL), foi das jovens promessas do masculino e de nova dupla no feminino que conquistaram o troféu na competição com premiação total de US$ 4 mil e faturaram 50 pontos no ranking mundial da Federação Internacional de Tênis.

No masculino, os jovens Daniel Mola, de apenas 18 anos, e Leonardo Branco, de 19, superaram na decisão a dupla cabeça de chave 2 formada pelo santista Raffael Agulha, 39º, e o gaúcho Vinicius Chaparro, 40º, por 2 sets a 0 com parciais de 7/5 6/4.

"Sem palavras para descrever a emoção dessa conquista, tinha jogado o ITF BT 10 (quinta-feira) em busca disso, não consegui vencer, mas consegui melhor e a torcida veio com a gente", disse a dupla que destacou a recuperação física após um longo sábado com jogos terminando às 23h e mais duas partidas neste domingo: "Foi um sábado intenso e voltamos hoje sabendo que seria um domingo intenso já a partir da semifinal e foi e na final jogamos muito bem com confiança e coragem na execução . Energia da galera que esteve torcendo foi fundamental e consagramos vitoriosos. O mental foi muito importante pois mentalmente queríamos vencer . Queríamos ganhar um ITF, é muito difícil vencer esse tipo de torneio . Já vinha um tempo que estávamos batendo na trave . Estávamos na terceira semifinal seguida , agora demos dois passos a mais com o título e é muito importante".

A dupla que frequenta o time brasileiro seja em campeonatos juvenis ou treinamentos agora sonha em no futuro estar no time titular: "Sim, vamos buscar isso no futuro, quem sabe". Os dois não deixaram de agradecer aos treinadores: "Queria agradecer ao Plácido Juca, que está junto em minha caminhada , tenho o prazer de treinar com ele e é incrível isso", disse Leonardo seguido por Mola: "Queria agradecer meu coach, o Lucas Souza, de Campinas (SP), que me abraçou , me levou pra lá, disse que podia confiar nele, confiei e poder levar esse título pra casa é muito bom".

Sophia Chow e Marília Câmara derrubam dupla de campeã mundial na semi e erguem o troféu

Campeãs do Circuito Nacional em Brasília recentemente, a dupla da cearense Marília Câmara e da paulista Sophia Chow , teve um domingo perfeito parasair com o primeiro título nível internacional ao superarem na decisão a catarinense Chanelise Bergamin e a potiguar Caroline Gurgel por 6/3 6/3.

Na semifinal elas derrubaram nada mais nada menos que a dupla da 17ª do mundo e ex-líder do ranking, a paulista Samantha Barijan, que tem título Mundial pelo Brasil em 2013, e a carioca Lorena Melo por 6/2 7/6 (7/4): "Nosso primeiro ITF, graças a Deus com título, tivemos dois bons dias", disse Sophia e Marília: "A chave para o título foi ter muita cabeça, muita confiança uma na outra, quando uma está querendo cair um pouco, a outra puxa . O foco, a paciência, muita concentração".

Com dois torneios e dois títulos, ganhando de duplas de destaque do cenário mundial, Marília e Sophia vão seguir jogando juntas nesse final de ano e almejam voos mais altos: "Fizemos um calendário, seguiremos jogando, buscando melhorar sempre. Temos vários pontos a melhorar em nosso jogo, seguiremos treinando e é trabalho. A gente almeja estar entre as melhores do mundo em breve, se Deus quiser, estar nas cabeças".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos