Brasileiro relata ter sido vítima de racismo em partida do Campeonato Ucraniano contra o Dínamo de Kiev

·1 min de leitura


O brasileiro Lucas Rangel, jogador do Vorskla, da Ucrânia, denunciou injúrias raciais por parte de um jogador e de torcedores do Dínamo de Kiev durante uma partida do Campeonato Ucraniano deste sábado. O atleta usou sua conta no instagram para falar sobre o caso.

- Quem me conhece como pessoa sabe que não sou um homem de ficar de 'mi-mi-mi', mas hoje na partida entre meu time, Vorskla vs Dínamo de Kiev, sofri racismo, insultos vindos da arquibancada e de um jogador deles - postou Lucas em seu Instagram.

Em sua fala, Lucas não afirmou quem foi o jogador, mas fez um discurso importante sobre combater o racismo.

- Eu acho que isso já tá demais, todos nós somos seres humanos, comemos, temos sentimentos, emoção, sangramos, ficamos felizes, tristes e, quando nós morrermos, vamos virar a mesma coisa. Mas no fundo do meu coração sinto pena de pessoas assim, porque tem o espírito sujo, o coração amargo e com certeza são infelizes lá no fundo. Mas que Deus perdoe essas pessoas ruins - adicionou.

Por fim, Lucas Rangel afirmou ter orgulho, sobretudo, de sua raça. Crimes como racismo não podem passar impunes.

- Mas peço: vamos parar de tratar pessoas como lixo por causa da cor da nossa pele. Sou preto com muito orgulho e tenho orgulho minha cor. Melhor, amo a minha raça - concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos