Brasileiro que joga na Itália faz alerta: "muita gente morrendo e sem ter nem enterro digno"

Goal.com

Com número de mortos que já supera o da China, a Itália é o país que mais sofre atualmente com o novo coronavírus, com três jogadores que atuam na Serie A com a doença detectada, por exemplo. E o lateral-esquerdo brasileiro Dalbert, da Fiorentina, explicou como é o momento em solo italiano, mandando um recado.

"Estou gravando essa pequena mensagem como forma de alerta, de conscientização para todos os brasileiros. Eu sei que tem muitas pessoas no Brasil que não estão levando a sério, mas esse vírus é muito sério", disse em vídeo publicado inicialmente pelo Globoesporte.com.

"O nosso campeonato aqui também parou, estamos proibidos de sair de casa, de sair da cidade e até mesmo de deixar o país para retornar ao país de origem, não podemos voltar. Queria conscientizar vocês, porque a Itália demorou muito para perceber e tomar as devidas precauções", continuou.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Dalbert Atalanta Fiorentina Serie A racism reaction
Dalbert Atalanta Fiorentina Serie A racism reaction

(Foto: DAZN)

Com passagens pelas categorias de base de Fluminense e Flamengo antes de ir para a Itália, onde já atuou pela Inter de Milão e agora veste a camisa da Fiorentina, Dalbert, que diz seguir as recomendações de quarentena dentro de casa, fez um apelo aos brasileiros. 

"A Itália é um país bem estruturado e não está suportando tanto paciente. Muita gente está morrendo e não está conseguindo ter nem um enterro digno. As famílias não estão podendo enterrar seu entes queridos. Estão cremando os corpos. Alerta total, as pessoas estão desesperadas", afirmou.

"Estou fazendo um apelo para vocês. Evitar que saiam na rua, evitar contato físico. Sei da dificuldade que é viver no Brasil, mas é bom evitar, até porque sabemos que a saúde no Brasil não é muito boa, é precária. Vai ser devastador, muito ruim para o povo brasileiro", concluiu.

Leia também