Brasileiro lamenta término das ligas das divisões de acesso em Portugal


O futebol português vive momentos distintos. Enquanto os clubes que disputam a elite do futebol no país foram liberados para voltar aos treinos seguindo as medidas de segurança, e a Liga NOS teve o retorno confirmado para o dia 4 de junho, as demais competições, como a Terceira Divisão (Campeonato de Portugal) foram encerradas.

O atacante Lessinho, do União Madeira, clube da “Série A” do Campeonato de Portugal, falou sobre como os atletas receberam a notícia do fim da temporada, quando faltavam nove rodadas para o término do torneio.

- Ficamos tristes porque o que mais esperávamos era para poder voltar a treinar e depois jogar. Certamente os governantes e a federação devem ter analisado bem a situação para não colocar a saúde de ninguém em risco.

No Brasil o jogador teve passagens por Fortaleza, Ipatinga, Campinense entre outros clubes. Lessinho atuou no Serra-ES em 2019, depois chegou ao União Madeira. No clube português o atacante entrou em campo 12 vezes, iniciou onze jogos como titular e marcou sete gols.

- É frustrante o fim da Liga porque eu estava me sentindo muito bem, estava adaptado, o entrosamento com os meus companheiros estava muito bom. Estava ansioso para a volta do campeonato, uma pena que optaram por finalizar. Mas compreendo os motivos que levaram a decisão - finalizou.

Com Lessinho em campo o União Madeira conseguiu sua maior sequência de vitórias com seis triunfos. Durante o período o brasileiro balançou a rede cinco vezes. O clube terminou o Campeonato de Portugal com 30 pontos conquistados, na 13ª colocação.










Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também