Brasileiro do Farense comemora volta do clube para a elite de Portugal


Na última terça-feira, após reunião entre a Federação Portuguesa de Futebol e a direção da Liga de Clubes, foi determinado o encerramento da Liga Pro, a segunda divisão do país, faltando dez rodadas para o seu término. Com isso, os dois primeiros colocados até a 24ª rodada, o Nacional, da Ilha da Madeira, e o Farense, de Faro, conquistaram o acesso para a Primeira Liga em 2020/2021.

O meia brasileiro Jonatan Lucca, de 25 anos, foi o principal reforço do clube para a ambiciosa volta à Liga Pro. O Farense estava fora da elite portuguesa desde 2002. Depois de ser afastado sem nenhuma justificativa pelo presidente do Belenenses após a demissão do técnico Silas, o gaúcho ficou quatro meses sem jogar. Desde sua chegada ao Farense, foram oito jogos e duas assistências. Ele comemora a volta aos campos já com uma conquista tão importante.

- Queríamos ter terminado o campeonato no campo, mas merecíamos esse acesso. O Farense esteve em 22 das 24 rodadas entre os dois primeiros. Foi o time que ficou mais tempo na liderança. Vínhamos em uma boa sequência e estávamos seis pontos à frente do terceiro colocado faltando apenas dez jogos. Infelizmente essa pandemia assola o mundo todo e apesar de amarmos o futebol, ele não é prioridade nesse momento. Até mesmo a nossa comemoração pelo acesso vai ficar para depois, com certeza quando fizermos a estreia na Primeira Liga na próxima temporada - comemorou o meia.

O último jogo oficial do Farense foi o empate fora de casa em 1 a 1 contra o Leixões, que fechou a 24ª rodada da Liga Pro, no dia 9 de março.

O Farense era o vice-líder do campeonato com 48 pontos, apenas dois atrás do Nacional, da Ilha da Madeira, e seis à frente do Feirense, terceiro colocado. O compromisso seguinte após o empate contra o Leixões, seria contra o Cova da Piedade, pela 25ª rodada, que estava marcado para o dia 14 de março.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também