Brasileiro conquista título em Mundial de Futebol Estilo Livre

Ricardo Chahiniousou nas manobras apresentadas na disputa (Foto: Samo Vidic/Red Bull Content Pool)
Ricardo Chahiniousou nas manobras apresentadas na disputa (Foto: Samo Vidic/Red Bull Content Pool)


"Parça" de Ronaldinho Gaúcho, o brasileiro Ricardo Chahini, conhecido como Ricardinho, conquistou no último sábado o Red Bull Street Style 2019, principal torneio de futebol estilo livre do mundo, considerado como um Mundial de Futebol Estilo Livre. A disputa aconteceu no The Wynwood Market Place, em Miami (EUA). Diante de fortes adversários, Ricardinho ousou nas manobras e subiu ao lugar mais alto do pódio.

Ricardinho driblou seu nervosismo e seus principais adversários para se sagrar campeão, superando competidores de mais de 40 países. Com manobras complexas e com alto nível de dificuldade, o brasileiro mostrou toda a sua intimidade com a bola. O conceito do Red Bull Street Style é simples: dois atletas entram na arena e, durante três minutos, precisam impressionar os jurados. O mais votado avança de fase. Quem faturar todas as etapas, fica com o troféu.

- Sei que todos aqui, assim como eu, treinam o ano todo para batalhar em cima do palco, mas eu acredito que vence também quem se prepara mentalmente. Fico feliz de provar para mim mesmo, mais uma vez, que sou o melhor do mundo em alguma coisa, e felizmente é no freestyle. Estou pronto para o próximo ano, sei que posso e sempre vou poder, e que tudo depende da minha mente. Estou muito feliz! - explicou Ricardinho, logo após o evento.

Natural de Ananindeua (PA), o atleta de 21 anos passou por batalhas acirradas com os principais nomes do mundo, como o norueguês Erlend Fagerli, vencedor do RBSS 2018, que na ocasião derrotou Ricardinho, e o americano Patrick Shaw. Já a grande final foi disputada contra o colombiano Sebastián Ortiz, conhecido como Boyka. Em todos os duelos o brasileiro surpreendeu o público com acrobacias inéditas com a bola.

Na categoria feminina, a França faturou o título. Superando uma recente lesão, Melody Donchet realizou manobras impressionantes com total controle da bola e derrotou a polonesa Agnieska Mnich, campeã da competição em 2018.

- Antes da competição eu pensei que não fosse ganhar, porque recentemente sofri uma contusão grave e parei de treinar há dois meses. O meu médico me orientou a não competir pois eu poderia romper meus ligamentos, porém antes da competição eu me senti bem e disputei. Nos outros anos eu estava nervosa, meu corpo ficava tremendo, e neste ano, apesar de não ter sido fácil, meu corpo disse: "ok, vamos nessa!" - contou Melody, que agora é tri do Red Bull Street Style.

Os concorrentes foram julgados por um time de peso. Um dos convidados especiais para compor a bancada de jurados foi o meia-atacante português Nani, dono de quatro títulos da Premier League e multicampeão pelo Manchester United. Além dele, nomes como Pável Pardo (MEX), Daniel "Daniel Got Hits" Dennehy (EUA), Andrew "Hendo" Henderson (ING), Carlos "Charly" Iacono (ARG) e Daniel "Mikolaj" Mikolajek (POL) completaram o júri.












Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também