Brasileiras chegam à final de programa da FIA que dá vaga para Academia da Ferrari

Redação Motorsport.com
·2 minuto de leitura

O Brasil tem 50% de chances de ter uma piloto na Academia da Ferrari, pelo menos numericamente. Nesta quarta-feira (04) foram conhecidas as quatro finalistas do programa FIA Girls on Track - Rising Stars.

Antonella Bassani e Julia Ayoub competirão na fase final do programa com a francesa Doriane Pin e holandesa/belga Maya Weug.

Leia também:

Como uma piloto de 11 anos é exemplo de superação

Todas elas estavam entre as oito semifinalistas, que nesta última fase do camp tiveram que mostrar serviço em um carro da Fórmula 4, porta de entrada dos monopostos para quem sai dos karts, no Circuito de Paul Ricard de 3,8 quilômetros.

“Esta foi outra avaliação incrivelmente difícil para as pilotos, algumas das quais estiveram em um carro da Fórmula 4 pela primeira vez. Foi uma curva de aprendizado íngreme para elas”, disse Michèle Mouton, presidente da Comissão de Mulheres no Automobilismo da FIA. “Vimos um nível muito alto de determinação e foco, e os resultados têm sido cheios de surpresas.”

A partir de agora, elas se dirigirem à Ferrari Driver Academy para cinco dias de avaliação e tempo de pista de Fórmula 4 no circuito de Fiorano, de 9 a 13 de novembro. No final deste curso, apenas uma poderá receber um contrato de um ano para ingressar na Ferrari Driver Academy para uma temporada de Fórmula 4 da FIA em 2021.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Top-7: Veja os nomes mais importantes para a construção da dinastia Mercedes na F1

PODCAST: Hamilton blefa ou fala a verdade ao ameaçar deixar a F1?

Your browser does not support the audio element.