Brasileirão tem quase metade dos times devendo a seus jogadores

Yahoo Esportes
Fluminense é aquele que deve há mais tempo para seus atletas (Lucas Merçon/Fluminense)
Fluminense é aquele que deve há mais tempo para seus atletas (Lucas Merçon/Fluminense)

Salários, direitos de imagem, luvas, premiações... Nove clubes que integram a primeira divisão do Campeonato Brasileiro devem alguma coisa a seus jogadores, de acordo com levantamento feito pelo Blog. Com um detalhe alarmante: dos nove times com dívidas, oito estão entre os grandes do futebol nacional.

São eles Corinthians, São Paulo, Santos, Botafogo, Fluminense, Vasco, Atlético-MG e Cruzeiro. O nono dessa lista é a Chapecoense. Todas as informações foram confirmadas por ao menos um jogador, técnico ou dirigente de cada um desses clubes.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também

Entre aqueles que não têm qualquer pendência com seus elencos, vários estão no fim do ranking das folhas salariais. CSA, Avaí, Fortaleza, Ceará e Goiás são os times que menos gastam mensalmente e estão com as contas em dia. O ranking foi divulgado no último dia 28 pelo Blog.

Também não devem Internacional, Grêmio, Palmeiras, Flamengo, Athletico Paranaense e Bahia. Abaixo, a lista de quem tem débitos com seus elencos.

ATLÉTICO-MG: 4 meses de imagens + bônus

Alguns dos atletas com maior salário do elenco têm parte dos vencimentos pagos em direitos de imagem, que estão atrasados em quatro meses. Os bônus por metas estabelecidos nos contratos de jogadores específicos também ficaram pendentes em 2019.

(Por meio de seu departamento financeiro, o Galo assegura que só deve um mês de imagem)

BOTAFOGO: 3 meses de salários + 2 meses de imagens + prêmios

A crise financeira causou muita dor de cabeça à diretoria do Botafogo na última semana. Na última quarta-feira, a energia elétrica em General Severiano foi cortada. Até os funcionários estão com um mês de atraso nos vencimentos. Os problemas vêm de bastante tempo. Às vésperas de um jogo com o Juventude, na Copa do Brasil, os atletas já haviam se recusado a ir para a concentração.

CHAPECOENSE: 2 meses de imagens

Desde que não recebeu os cerca de R$ 9 milhões que esperava pela venda dos direitos de transmissão internacional do Brasileirão, a Chapecoense passou a ter dificuldades com o fluxo de caixa e deve dois meses de direitos de imagem a seus atletas. Os salários seguem em dia.

(Por meio de seu departamento de comunicação, a Chapecoense assegura que fez uma negociação com os jogadores para estender os pagamentos de direitos de imagem até abril de 2020)

CORINTHIANS: prêmios

Com poucos atletas recebendo direitos de imagem, o Corinthians tem conseguido, a duras penas, manter seus vencimentos em dia. Mas segue com o prêmio referente ao título do Campeonato Paulista deste ano em aberto. A promessa do departamento financeiro é de quitar tudo durante o mês de agosto.

CRUZEIRO: 1 mês de salário + 1 mês de imagens + prêmios

Embora a diretoria do Cruzeiro se esforce para negar, o Cruzeiro tem sofrido demais para pagar seus atletas. O salário de maio foi dividido em três partes - a última delas só foi quitada graças à venda de Murilo, bem depois da data combinda. Já os vencimentos de junho só serão resolvidos quando a grana pela saída de Raniel cair. A Raposa também deve parte do prêmio pelo título da Copa do Brasil de 2018.

FLUMINENSE: 2 meses de salários + 6 meses de imagem + 13º + férias

Nenhum outro clube no Brasil deve mais do que o Fluminense, apesar da folha salarial baixa, de R$ 2,7 milhões por mês. São dois meses em carteira, os seis meses de imagem de 2019, além de pendências do ano passado, como o 13º salário e as férias. É por isso que o Flu precisa vender Pedro de forma urgente. É também por causa das dívidas que Luciano, Gilberto, entre outros, querem deixar as Laranjeiras.

SANTOS: 1 mês de imagens

Com a alegação de que não conseguiu antecipar a segunda parte pela venda de Rodrygo ao Real Madrid, o Santos tem atrasado os pagamentos dos direitos de imagem, que são pagos a alguns. Detalhe: o vencimento é diferente. Sampaoli recebe mensalmente (e o dele está em dia). Já para outros, como Derlis González, os pagamentos trimestrais estão atrasados.

SÃO PAULO: 4 meses de imagens

Depois de investir cerca de R$ 90 milhões em reforços e cair na primeira fase da Libertadores e da Copa do Brasil, o São Paulo atrasou o pagamento dos direitos de imagem de alguns de seus atletas em até quatro meses. A expectativa é de que a venda de algum jogador nesta janela além da transferência de David Neres rendam receitas para acertar o fluxo de caixa.

VASCO: 1 mês de salário + 2 meses de imagens + 13º

Greve dos funcionários, luz desligada em São Januário, ameaça de dispensa dos jogadores insatisfeitos com os atrasos... A falta de dinheiro causa no Vasco há bastante tempo, embora esse momento pareça ser o mais pesado. Meses atrás, às vésperas da semifinal do Carioca, houve uma tentativa de greve do elenco. Também por isso, Thiago Galhardo e Maxi López acabaram sendo afastados.

Veja mais no Blog do Jorge Nicola

Siga o Yahoo Esportes: Twitter | Instagram | Facebook | Spotify | iTunes

Leia também