Brasileira Chloé Calmon segue 100% no Mundial de Longboard de Surfe

Yahoo Esportes
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Por Emanoel Araújo

Quem pode parar Chloé Calmon? A carioca escreveu mais um capítulo com vitória em uma temporada perfeita. Campeã Pan-Americana no mês passado, a surfista conquistou a segunda etapa do Mundial de Longboard disputado em Galicia, na Espanha. Se a vitória no primeiro evento, em março, surpreendeu pela boa estreia, Chloé pode analisar este segundo evento com a reafirmação da brasileira na luta título inédito.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

No dia final do evento, ela superou a francesa Justine Dupont na semifinal com quase o dobro de pontos da adversária: 14.17 x 7.90. A decisão foi contra a havaiana Honolua Blomfield. Em um mar difícil e com poucas ondas, a brasileira sempre esteve à frente do placar e fechou a conta com 12.40 x 10.03.

“É sempre uma batalha boa contra a Honolua e ela sempre me força a dar o meu melhor para vencê-la. É muito bom podermos ter um circuito com mais etapas este ano”

CHLOÉ CALMON – Líder do ranking mundial de longboard

Leia também:

Com apenas 24 anos de idade, Chloé já foi vice-campeã mundial duas vezes e na última delas perdeu a taça justamente para Honolua Blomfield depois de também ter vencido as duas primeiras etapas do ano.

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Em 2019, serão disputados quatro eventos no total. Até agora a brasileira tem dois troféus e 100% de aproveitamento, mas a disputa segue acirrada, já que sua principal adversária ficou com o 2° lugar tanto na Austrália, em março, como agora na Espanha. Chloé tem 12.000 pontos e sua rival 9.000.

:: LONGBOARD MASCULINO

Entre os homens, Justin Quintal também venceu sua segunda etapa na temporada (WSL)
Entre os homens, Justin Quintal também venceu sua segunda etapa na temporada (WSL)

Assim como a brasileira, o americano Justin Quintal manteve sua hegemonia na temporada 2019 entre os homens. Na decisão, ele superou o francês Edouard Delpero por 13.40 x 13.07. O melhor brasileiro foi Jefson Silva, que caiu nas quartas de final para o vice-campeão do evento.

A próxima etapa do Mundial de Longboard começa nesta sexta-feira, em Nova York, e também vale 6.000 pontos para os campeões (masculino e feminino). Em dezembro rola o último evento da temporada, em Taiwan, que vale 10.000 pontos. Se depender de Chloé Calmon, o título poder vir ainda neste mês.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também