Brasileira é a primeira mulher negra latino-americana a alcançar o topo do Everest

·1 minuto de leitura


A montanhista brasileira Aretha Duarte alcançou neste domingo o ponto mais alto do Monte Everest, a montanha de maior altitude no mundo. Ao conquistar o cume, Duarte se tornou a primeira mulher negra da América Latina a chegar no ponto mais alto da terra. Esta foi a segunda tentativa da montanhista, que comemorou em suas redes sociais.

> Confira a tabela de todas as divisões do Brasileirão 2021 e comece a simular os resultados do seu time!

- Nenhum sonho é maior que a nossa capacidade de realizá-lo. Essa conquista é nossa, da Aretha e de cada um de vocês, que acreditou e confiou nesta mulher sem paralelos e em sua jornada de auto-transformação e regeneração socioambiental - disse Aretha Duarte em um publicação no Instagram. A montanhista passou 11 dias no Campo Base, que fica a mais de cinco mil metros de altura, antes de seguir para o cume.

A jornada do Campo Base para o topo do mundo durou cerca de seis dias, chegando na altitude de 8,846 metros neste domingo. Na primeira tentativa de Aretha Duarte, ela revelou ter tosses e mal-estar por causa da elevada altura.

Veja abaixo a publicação original de Aretha e acompanhe sua descida.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos