Brasil vence e pega a Argentina na final da Copa América de Futsal

A Seleção Brasileira venceu o Paraguai por 5 a 2, nesta terça-feira, em jogo válido pelas semifinais da Copa América de Futsal. A grande final será nesta quarta-feira (12), às 22 horas, e o Brasil enfrenta a anfitriã Argentina, que passou pelo Uruguai na outra semifinal. A disputa será um duelo de gigantes do futsal sul-americano e mundial.  Esta será a sétima final entre as duas equipes, sendo que os brasileiros saíram campeões seis vezes e os argentinos apenas uma.

Em 11 edições da Copa América, o Brasil conquistou nove títulos, incluindo a primeira em 1992, disputada no Brasil, e a Argentina venceu as outras duas. Ou seja, não será desta vez que teremos um campeão inédito na principal competição de seleções de futsal da América do Sul.

Na última decisão entre as duas equipes na Copa América de Futsal, em 2011, o Brasil goleou a Argentina pelo placar de 5 a 1. Na primeira edição, a Seleção também derrotou seu arquirrival.

Comandada pelo técnico PC Oliveira, a Seleção Brasileira teve uma excelente campanha na primeira fase e passou na liderança do grupo A, com 10 pontos, mesma pontuação da Argentina, que levou desvantagem no saldo de gols. Na fase inicial, o Brasil goleou a Bolívia e o Chiles nos dois primeiros jogos (9 a 0 e 8 a 0), empatou sem gols com a Argentina na sequência, e depois venceu a Venezuela por 6 a 3, em um duelo mais equilibrado

O jogo

O Brasil começou a partida com um bom ritmo de jogo, contudo só abriu o placar quando o treinador PC Oliveira mudou o quarteto titular. O primeiro gol foi de Deives, que apenas empurrou a bola para dentro da meta paraguaia. O segundo também foi de Deives em um belo toque na saída do goleiro após passe de Neguinho.

O terceiro gol da Seleção Brasileira foi marcado por Rocha em um chute forte da ala direita. Apesar da boa vantagem, o Brasil caiu de produção e viu o Paraguai encostar no placar após estourar o limite de faltas. O confronto ficou em 3 a 2 depois de dois gols de tiros livres.

O Brasil voltou para o segundo tempo melhor do que terminou a primeira etapa. O gol da tranquilidade foi marcado por Neguinho, que recebeu um bom passe e empurrou a bola para o fundo do gol. O time de PC Oliveira foi para cima buscando o quinto gol, mas não conseguiu imediatamente. O Paraguai então assustou a pouco mais de três minutos para o final da partida, mas esbarrou em duas defesas excelentes do goleiro Guitta.

Com 2min50s para o término, a Seleção Brasileira encaminhou de vez a classificação à decisão com um golaço marcado por Daniel. Após uma desatenção na reposição de bola do goleiro paraguaio, o fixo da Assoeva mandou uma bomba sem chances de defesa e selou o placar de 5 a 2.