É tetra! Brasil derrota o México e conquista o Mundial Sub-17

LANCE!
Kaio Jorge celebra o primeiro gol, da esperança (Reuters)
Kaio Jorge celebra o primeiro gol, da esperança (Reuters)

O Brasil conquistou o título do Mundial Sub-17 ao derrotar o México, de virada, por 2 a 1, na noite deste domingo, no Bezerrão em Brasília. A Seleção Brasileira começou perdendo, mas virou a partida com gols de Kaio Jorge e Lázaro. O Brasil conquista seu quarto título da Copa do Mundo da categoria em uma campanha perfeita, vencendo todas as partidas.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

FALTA DE PONTARIA NA PRIMEIRA ETAPA

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O Brasil começou como se esperava: indo para cima do México. O potente ataque com Peglow, Verón, Pedro Lucas e Kaio Jorge se movimentou bastante, procurou fazer tabelas para achar o companheiro melhor colocado e deu muito trabalho para a defesa mexicana. Foram várias chances perdidas, só Verón perdeu três boas chances, Peglow acertou um chute na trave e uma sensação que poderia ter sido diferente, com pelo menos uma bola na rede.

Leia também:


MEXICANOS COM A BOLA

Mesmo com as várias chances de gol do Brasil, o México conseguiu ter a bola e esfriar a partida em vários momentos. Frequentemente, os mexicanos tinham mais posse de bola do que os brasileiros, mas diferentemente da Seleção, os mexicanos não conseguiram transformar a bola no pé em chances de gol. O destaque absoluto da seleção tricolor foi o camisa 10, Luna.

EQUILÍBRIO NA SEGUNDA ETAPA

Diferente do primeiro tempo, a segunda etapa começou mais equilibrada. As chances que aconteceram aos montes no começo da partida para a Seleção não foram vistas na segunda etapa. O México começou a surpreender o Brasil, que ia com tudo para o ataque e deixava o sistema defensivo com poucos jogadores. Até que Pizzuto cruzou e Gonzáles abriu o placar para os mexicanos. O detalhe que o lado direito do Brasil era um dos pontos fortes da equipe com o lateral Yan Couto.

PRESSÃO PARA SER  CAMPEÃO

A necessidade de marcar um gol para não perder o título fez com que os jovens jogadores sentissem o peso de uma final de Mundial. A leveza do jogo do Brasil começou a dar lugar para decisões erradas e tentativas de queda. Os jogadores do México buscaram esfriar a partida com a famosa catimba.

Em mais uma tentativa de pressão da Seleção Brasileira, Lazaro acertou a defesa, na volta da bola, Daniel Cabral acertou o travessão e Gabriel Verón errou ao cabecear o rebote para fora. Mas, depois da sequência de lances, o arbitro de vídeo pediu revisão do lance e foi visto um carrinho da defesa mexicana em Gabriel Verón. Pênalti marcado, e Kaio Jorge empatou a partida.

Quando as cobranças de pênaltis já eram esperadas, um dos destaques da partida, Yan Couto achou Lázaro dentro da área para empurrar para o gol, o atacante que já tinha marcado o gol da classificação contra a França na semifinal, comprovou sua importância e fez o gol do título do Brasil. Festa em Brasília: o Brasil é tetra.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também