Brasil terá apenas dois atletas na cerimônia de abertura da Olimpíada

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ketleyn Quadros e Bruninho representarão o Brasil na cerimônia - Foto: Divulgação/COB
Ketleyn Quadros e Bruninho representarão o Brasil na cerimônia - Foto: Divulgação/COB

O Brasil terá três representantes na cerimônia de abertura da Olimpíada de Tóquio, nesta sexta-feira, às 8 horas (de Brasília), sendo apenas dois atletas. A decisão foi tomada nesta quinta-feira pelo comitê olímpico do país (COB), de acordo com informações do UOL.

Segundo o site, até a manhã desta quinta a medida não havia sido comunicada aos atletas. Havia a tendência da redução do número de participantes, mas a definição aconteceu somente após a chegada a Tóquio do presidente do COB, Paulo Wanderley Teixeira.

Leia também:

Teixeira desembarcou na capital japonesa na quarta e reuniu-se com dirigentes nesta quinta para acertar os detalhes da participação brasileira na cerimônia. A decisão foi tomada para diminuir o risco de contaminação por Covid-19.

Desta forma, o Brasil terá apenas dois atletas desfilando no Estádio Olímpico de Tóquio nesta sexta-feira: o casal de porta-bandeiras, que será formado pela judoca Ketleyn Quadros e o levantador da seleção de vôlei Bruninho.

Além deles, o país será representado por seu chefe da missão, Marco La Porta, vice-presidente do COB, conforme determina o protocolo do Comitê Olímpico Internacional (COI).

Ketleyn Quadros foi a primeira mulher brasileira a conquistar uma medalha olímpica individual, ao faturar o bronze nos Jogos de Pequim, em 2008. Treze anos depois, ela vai para sua segunda Olimpíada e disputará a categoria até 63 kg.

Estádio Olímpico de Tóquio receberá a cerimônia - Foto: BEHROUZ MEHRI/AFP via Getty Images
Estádio Olímpico de Tóquio receberá a cerimônia - Foto: BEHROUZ MEHRI/AFP via Getty Images

Já Bruno Rezende, o Bruninho, disputará em Tóquio sua quarta Olimpíada, tendo subido ao pódio nas três anteriores. Ele foi prata em Pequim-2008 e Londres-2012 e conquistou seu primeiro ouro no Rio, em 2016.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos