Brasil terá primeiro 'grande teste' nas Eliminatórias diante do Uruguai

Gabriel Santos
·2 minuto de leitura


O Brasil terá o seu primeiro grande desafio nas Eliminatórias para a Copa do Mundo ao enfrentar o Uruguai, nesta terça-feira (17), às 20h, no Estádio Centenário, em Montevidéu. Invicta até aqui e com 100% de aproveitamento, a Seleção enfrentou Bolívia, Peru e Venezuela nas três primeiras rodadas, seleções que estão em posições ruins no ranking da FIFA.

VEJA A TABELA DAS ELIMINATÓRIAS

Em compensação, o Uruguai é o sétimo colocado, enquanto o Brasil está na terceira colocação na lista. Portanto, os uruguaios prometem ser uma pedra no sapato da equipe de Tite. O próprio treinador prevê mais dificuldades nesta partida do que nos confrontos anteriores.

- Vamos enfrentar o Uruguai, uma equipe que vem sólida. Tradicionalmente um clássico, uma gama de envolvimentos com peso de camiseta, com atletas de alto nível e esse nosso processo de afirmação da equipe. Esse jogo tem características diferentes. Jogar contra a Venezuela em casa, tem uma proposta do adversário. O Uruguai jogando dentro da sua casa é uma outra história. Nós vamos ser mais exigidos defensivamente do que fomos contra a Venezuela. Paralelamente a isso nós vamos ter mais espaços para criações ofensivas - analisou Tite em entrevista coletiva.

A preocupação da Seleção pode estar envolvida nos vários desfalques que a comissão técnica teve desde a primeira lista da convocação. Os zagueiros Rodrigo Caio e Éder Militão, o lateral-direito Gabriel Menino, os volantes Fabinho e Casemiro, o meia Philippe Coutinho e os atacantes Pedro e Neymar foram cortados.

Vale destacar que dos oito cortados, cinco são do sistema defensivo, que precisará enfrentar um bom ataque uruguaio. Cavani , estrela do futebol mundial, será titular e deve ter a companhia de De La Cruz, Nández e Darwin Núñez para levarem perigo ao gol de Ederson. Cléber Reis, auxiliar de Tite, comentou sobre o poderoso ataque do Uruguai, que fez sete gols em três jogos nas Eliminatórias.

– Vejo Cavani jogando de duas formas. No último jogo agora contra a Colômbia, jogando por dentro. É inegável a qualidade. Cavani fazendo uma função de vir buscar, de aproximar mais e, também, jogando pelo lado. A gente está preparado para as duas formas. Estamos atentos pela grandeza desses dois jogadores e do clássico – disse.

O jogo contra o Uruguai abre uma sequência complicada para o Brasil na luta por uma vaga na próxima Copa do Mundo. Depois dos uruguaios, a Seleção enfrentará a Colômbia, dia 25 de março de 2021, fora de casa e a Argentina, na data de 30 de março, em Pernambuco.

Tite - Seleção Brasileira
Tite - Seleção Brasileira

Brasil terá jogo difícil contra o Uruguai (Foto: MoWA Press)