Brasil tem pior desempenho no Mundial de Surfe desde 2017

Desde a quinta etapa da temporada de 2017, em Fiji, o Brasil tinha, ao menos, um representante nas semifinais.
Desde a quinta etapa da temporada de 2017, em Fiji, o Brasil tinha, ao menos, um representante nas semifinais. Foto: (Matt Dunbar/World Surf League via Getty Images)

A etapa de Margaret River, quinta da temporada do Campeonato Mundial de Surfe, marcou o corte do meio da temporada, onde os 12 homens e as 6 mulheres que tiveram as piores colocações no ranking foram cortados e terão de disputar sua permanência na primeira divisão do surfe mundial no Qualifying Series. Marcou também, porém, o desempenho fora do esperado dos representantes do Brasil.

Desde a etapa de Fiji, disputada em junho de 2017, os surfistas brasileiros marcavam presença, ao menos, nas semifinais de etapas do Mundial. Depois de 34 etapas de grande representatividade do Brasil no surfe, a eliminação de Italo Ferreira para o sul africano Matthew McGillivray quebrou a sequência positiva tupiniquim.

Leia também:

Com o término da quinta etapa e o corte do meio de temporada, o Brasil mantém sete dos nove representantes que iniciaram o campeonato. Deivid Silva e João 'Chumbinho' Chianca, que dependiam apenas de seus esforços para avançarem no top 22, ficaram pelo caminho na etapa de Margaret River e podem iniciar seu caminho de retomada ainda neste mês no campeonato de Gold Coast, também na Austrália.

Em entrevista após sua eliminação, João Chumbinho demonstrou forte descontentamento com o resultado e, principalmente, por não seguir na elite do surfe mundial no segundo semestre de 2022. O garoto carioca, falando sobre seu futuro, disse que: "Queria, mesmo, ir para a minha casa e ficar com a minha família, tive confrontos muito importantes contra o Kelly Slater e o Italo Ferreira. O corte 'é um saco'".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos