Brasil tem 76% de participação nas redes sociais na final da Libertadores

Gabigol faz um 2019 espetacular com a camisa do Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Gabigol faz um 2019 espetacular com a camisa do Flamengo (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)


O final de semana foi atípico para o Flamengo e brasileiros, que movimentaram as redes sociais por conta do título e final da Copa Libertadores no último sábado Segundo levantamento do IBOPE Repucom, dos 4,8 milhões de posts com geolocalização identificável, 90% se concentraram em cinco países de três continentes diferentes. O Brasil registrou massiva participação de 76%, seguido por 7% de comentários com origem na Argentina, 4% nos Estados Unidos, 2% em Portugal e 1,2% na Colômbia.

Durante o jogo, as redes sociais também ficaram movimentadas. Até o término do primeiro tempo da final, considerando apenas os posts com origem nos territórios brasileiro e argentino, 66% tinham sido realizados em solo argentino contra 33% no Brasil, refletindo o fato de que o time argentino ganhava o jogo até então.

A partir do segundo tempo até o final de domingo, a proporção foi de 95% de participação para os posts realizados no Brasil contra apenas 5% em território argentino. Pelo visto, a virada do Flamengo não foi apenas no gramado.

Outro ponto relevante foi a abrangência nacional dos comentários referente à final da Libertadores. Enquanto o estado do Rio de Janeiro contribuiu com 62% dos posts com origem no Brasil, outros 38% tiveram origem nos demais estados da federação, sobretudo no Espírito Santo (6%), São Paulo (5%), Minas Gerais (3,5%) e Distrito Federal (3,2%).

Na semana de divulgação da final da Libertadores até o final da noite do último domingo, foram registrados mais de 12,3 milhões de posts únicos. No dia da decisão, gerou o maior volume de comentários, sobretudo entre 20h e 21h, que concentrou mais de 1 milhão de posts entre comemoração de torcedores e demais repercussões sobre a final.









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também